A carreira de um economista

Estuda a produção e distribuição de bens e serviços entre os indivíduos e as sociedades

O estudo da produção e distribuição de bens e serviços

Economista no World Economic Forum

O economista atua na análise e avaliação da produção, da distribuição e do consumo de bens e serviços. Com base no funcionamento dos sistemas econômicos, estabelece relações entre seus agentes e a dinâmica das transformações econômicas, políticas e sociais. Analisa o mercado e os mecanismos que estabelecem preços relativos a produtos e serviços, contribuindo para os processos decisórios de alocação de recursos, racionalização de custos e otimização de resultados.

Elabora planos de negócio e investimentos, a partir da observação das relações entre oferta e demanda, adaptando-os aos contextos sociais, políticos, econômicos e tecnológicos regionais, nacionais e internacionais. Para trabalhar na área, é necessário ser bacharel em Ciências Econômicas e estar registrado no Conselho Regional de Economia (Corecon).

As principais áreas de atuação de um economista são o planejamento econômico de empresas ou de órgãos de governo, mercado financeiro, análise de conjuntura econômica, auditoria e perícia, comércio exterior, elaboração de políticas públicas, elaboração de estudos de impacto socioambiental, economia agroindustrial mediação e arbitragem, pesquisa e pode atuar ainda como consultor autônomo, prestando serviços.

Capacitação contínua é fundamental para que o profissional obtenha sucesso no ramo. O economista deve ser um eterno estudante, uma vez que o cenário econômico também sofre alterações constantes. É importante estar atento às mudanças nacionais e internacionais e pesquisar assuntos relacionados às ciências humanas de modo geral, uma vez que a economia está presente em todas elas.

O curso de Ciências Econômicas tem por objetivo a análise dos processos de produção, uso e acumulação de bens materiais, distribuição, do ponto de vista dos condicionantes sociopolíticos, tecnológicos, gerenciais e naturais neles influentes. Sua evolução tem como propósito programático básico a oferta de soluções de cunho financeiro-administrativo e macro organizacional que permitam a continuidade daqueles processos.

O profissional da área de ciências econômicas estuda as oscilações da produção e oferta de empregos, as regras gerais de decisão, os mecanismos financeiros da economia, as relações econômicas com o exterior, as formas de competição entre as empresas, a sua regulamentação legal, dentre outros assuntos.

Tendo em vista o fato de o economista possuir pleno conhecimento dos fenômenos atuais e históricos ligados à tecnologia, o seu campo de trabalho na atualidade é muito amplo, com tendência a um aumento ainda maior, em virtude da abertura da economia e da busca de investimentos estrangeiros.

Foto: pabloraulfernandez.blogspot.com

Aqui va el codigo

Deixe uma resposta

*