Home Profissões A carreira de um engenheiro de telecomunicações

A carreira de um engenheiro de telecomunicações

4 min read
0
Carreira de engenheiro de telecomunicações
Profissional das comunicações

Seu trabalho vai desde o desenvolvimento de novos meios de comunicação até a manutenção dos mesmos. É responsável por cabeamentos, centrais de transmissão de dados, telefonia e infraestrutura de sistemas. O Brasil ainda sofre uma carência nas comunicações de alta tecnologia. Porém, com a Copa de Mundo e as Olimpíadas se aproximando, novas tecnologias serão implantadas, como a internet 3G e 4G em diversas regiões do Brasil. Com esses grandes eventos, o número de contratação desse profissional deve aumentar, tanto em companhias particulares como do governo.

As regiões Sudeste e Centro-Oeste oferecem um número maior de vagas. Em alguns anos, o Norte e o Nordeste devem receber empresas, aumentando o número de vagas nessas regiões. Para quem deseja trabalhar em fábricas, a Zona Franca de Manaus é uma boa opção. Lá o engenheiro de telecomunicações poderá participar da fabricação de equipamentos de telecomunicações e outros sistemas. O salário inicial é de R$ 3.732,00 trabalhando 6 horas por dia. Mas esses valores variam, dependendo da atuação do profissional na empresa.

Na faculdade, o aluno irá estudar as matérias básicas da engenharia, como química, matemática e física. As partes específicas são vistas após o primeiro ano, como processamento de sinais, telefonia, comunicações, técnicas digitais, televisão, redes de computadores, telefonia móvel, comunicação via satélite, etc. O estudante deverá ainda aprender desenho, pois irá criar e planejar aparelhos usados na telecomunicação, como satélites artificiais, antenas de transmissão e cabeamentos. O curso tem duração de 5 anos.

Há diversas áreas em que este profissional pode atuar. Nas pesquisas, poderá estudar e planejar novos sistemas de comunicação sem fio ou por cabos de fibra óptica, participar da montagem de antenas e planejar redes de telefonia e internet. Já nas infraestrutura, poderá gerenciar e operar novas redes, trabalhando em grandes empresas de comunicação. Na prestação de serviços, irá trabalhar em companhias configurando e gerenciando as redes. As maiores vagas são em empresas de TI (tecnologia da informação), centros e laboratórios de pesquisas em universidades federais e particulares e no governo federal.

Como podemos perceber, a demanda para este profissional é grande em nosso mercado de trabalho. Principalmente nos próximos anos, onde o Brasil será sede de grandes eventos internacionais. Com as metas e impostas pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), diversas regiões irão receber o engenheiro de telecomunicações para a implantação de novas tecnologias tanto na internet como na telefonia, principalmente no nordeste do país.

Foto: giovanerivoluzionepalermo.wordpress.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Check Also

As tarifas de táxi nas principais capitais do Brasil

Na Copa do Mundo de 2014 no Brasil, as tarifas de táxi irão variar bastante de acordo com …