Home Condições de trabalho Como brilhar no ambiente de trabalho

Como brilhar no ambiente de trabalho

4 min read
0

Atenção, não seja galinha seja pavão. Esta é a melhor analogia de um ambiente de trabalho. Perceba que a galinha não para de tagarelar um minuto, muitas vezes é difícil ficar escutando ela de tanto que grita. Já o pavão dificilmente se mostra ao público, só abre as penas e demonstra sua rara beleza no momento exato, por isso é admirado por todos. No trabalho é a mesma coisa.

Existem os funcionários que não sabem o momento de parar, acham que sempre possuem a solução ideal para todo e qualquer tipo de problema, pessoal ou no trabalho, são as próprias galinhas humanas. Porém, existem aqueles que estão bem quietinhos, analisando os problemas e produzindo suas incumbências qualitativamente, e que de repente surgem na hora exata com boas soluções. Estes sim brilham no ambiente de trabalho, pois entendem a regra básica da vida: só abra a boca quando tenha certeza.

Existem outras dicas clássicas. No aspecto da capacitação profissional, procure sempre se atualizar com os temas ligados à empresa, direta ou indiretamente.  Fazer um curso ou uma faculdade relacionada. Para Alexia Franco, líder da operação da Hays no Rio de Janeiro, estar atualizado já é um super destaque, pois “tem muito profissional passivo. É preciso ler jornal, ver as empresas que estão em alta. Quem busca a carreira é o executivo”

Não precise puxar o saco dos superiores, você pode ganhar estereótipo negativo diante seus colegas, naturalmente, cedo ou tarde alguém vai puxar o seu tapete. Se vista apropriadamente e brilhe por seu intelecto, e não pelo seu corpo. Crie sempre vínculos nas funções, domine o operativo, sugestione idéias na hora certa. Crie a impressão de que quando você não está na empresa, ela não anda, não brilha, fica é déficit. E, principalmente, conviva com as diferenças no ambiente de trabalho.

Não culpe ou entregue os colegas, mas sim, faça a assistência. Na dúvida, procure a saída mais ética ao caminho da fraternidade. Enfim, promova o bem no ambiente de trabalho, seja admirado pelo pavão que sempre traz a solução na hora certa, e não pela velha galinha tagarela, fadada a ficar o resto da vida presa no galinheiro.

Foto: Psicologia Organizacional & Recursos Humanos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Check Also

Despedidos sem justa causa e combate ao trabalho infantil

A Convenção n. 158 da Organização Internacional do Trabalho afirma que um funcionário R…