Home Estágios Buscando estágio: idioma, experiência, cursos…você sabe como se destacar?

Buscando estágio: idioma, experiência, cursos…você sabe como se destacar?

5 min read
1
Dicas de como conseguir um estágio.

Por mais empenhado que um aluno seja na sala de aula, absorvendo o conteúdo que é transmitido nas aulas e participando de cursos, seminários e palestras sobre a sua profissão, só o dia a dia de trabalho te dará a experiência necessária para saber se realmente é o caminho que você deseja percorrer.

Porém, conseguir um estágio nem sempre se mostra uma tarefa fácil: com o aumento do número de estudantes nas universidades, a procura por esse tipo de capacitação profissional aumenta e as empresas, para filtrar da melhor maneira possível os jovens que ela contratará, passaram a ser mais exigentes.

Então, a fim de facilitar a vida de quem está na luta por um estágio, aqui vão alguns pontos que sempre chamam a atenção e contam como um “diferencial” num processo de recrutamento:

Inglês sempre ajuda, mas já não é o bastante: foi-se o tempo em que inglês era visto como algo de excepcional no currículo. Atualmente, as empresas já consideram um nível intermediário ou avançado como requisito básico no currículo. Então, além de trabalhar duro para aperfeiçoar o idioma, é preciso dominar outra língua (provavelmente o espanhol, dado  a proximidade do Brasil  com a língua e devido a sua posição geográfica).

Saiba como o mundo influencia a sua profissão: dificilmente um recrutador não vai se impressionar ao perceber que o candidato possui uma visão bem abrangente do mundo. Por isso é importante ficar atento tanto ao que acontece ao redor do planeta como as últimas novidades da sua área e procurar ocasiões onde ambas possam trabalhar juntas. Isso implica num esforço maior por parte do estudante, mas a certeza de que irá causar uma ótima impressão durante a entrevista.

Conheça a empresa. Mesmo: outra coisa que agrada aos recrutadores é ver que o estudante conhece a empresa onde ele deseja trabalhar. E “conhecer a empresa” não significa saber quem é o seu presidente ou quando ela foi fundada. Quer dizer que você conhece a filosofia da empresa e se identifica com ela.

Então, se você realmente quer o nome dessa companhia no seu currículo, vale a pena fazer uma pesquisa sobre os valores defendidos por ela e tentar trazê-los para a sua vida. Por exemplo, se um dos valores pregados por ela for a inovação, você pode associá-la com  a sua vontade de sempre estar atualizado sobre as novidades da sua área; ou se a instituição valoriza o conhecimento, destaque a sua vontade de aprender sempre mais e nunca de maneira superficial.

Claro, outras coisas contam (parece besteira, mas você pode até perder uma vaga caso o recrutador simplesmente “não vá com a sua cara”), mas pondo em prática alguns dos pontos citados acima, as chances só aumentam!

Foto: EI – Picasa

One Comment

  1. Martin

    10 novembro, 2011 at 6:41 am

    Obrigado pelas dicas¡¡

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Check Also

Quer se tornar um trabalhador temporário?

Mesmo que adotado por um número pequeno de pessoas no Brasil, o trabalho temporário é uma …