Home Dicas para o trabalhador Como escrever uma carta solicitando folga

Como escrever uma carta solicitando folga

5 min read
1
O pedido de folga deve ser formulado por escrito, por isso é importante escrever bem a carta de folga

Atualmente, com a proximidade da relação chefe-subordinado, a maioria das solicitações pode ser feita verbalmente. Porém, existem casos (como, por exemplo, quando a autorização precisa partir de alguém superior ao seu chefe direto) em que se faz necessário que o pedido seja feito por escrito. A carta solicitando folga é um exemplo disso. Então algumas observações são importantes para que a carta seja objetiva e de fácil leitura, a fim de facilitar a obtenção do pedido.

Antes de qualquer coisa, é importante respeitar a hierarquia: não é porque a decisão irá partir do superior do seu chefe que não se deve falar com ele. Muito pelo contrário: caso ele saiba da sua solicitação por meio de outra pessoa que não seja você, além de diminuírem as chances de conseguir a folga, pode ser que acabem aumentando as possibilidades de você passar a ser visto com maus olhos por quem é diretamente responsável tanto pelo seu sucesso como pela sua ruína profissional.

O correto é dirigir-se ao seu chefe, explicar que deseja uma folga e perguntar se ele prefere entregar a carta para quem pode autorizar essa solicitação ou se você mesmo pode fazer isso.

Então, agora que a escala hierárquica foi respeitada, vamos às dicas:

Passe a carta para o papel: não caia na tentação de enviar o seu pedido por e-mail, pode ser que a pessoa que o receber não dê atenção. Digite-a e imprima o texto, de preferência em um papel que tenha o logotipo da empresa.

Cidade e data: coloque no topo do papel o lugar onde você se encontra e o dia em que enviou a carta.

Comece de forma educada: saiba para quem a carta deve ser enviada e inicie-a usando pronomes de tratamento, como “Prezado coordenador”, “Caro Diretor” etc.

Identifique-se: escreva seu nome completo e RG, ou o número da sua matrícula na empresa, caso possua uma. Depois, especifique a área em que trabalha e quem é o seu chefe direto.

Faça o pedido: diga qual é o dia e o horário em que gostaria de tirar a folga (caso seja durante todo o dia, não precisa colocar a hora)

Explique-se: As chances de receber uma folga sem explicar o motivo são muito baixas. Caso seja para ir à reunião de pais, visitar um parente no hospital ou algo do gênero, não tenha medo de escrever (a pessoa que irá ler a carta é um ser humano de carne e osso e já deve ter passado por situação semelhante). Caso a situação seja mais delicada, escreva que é  por motivos pessoais.

Compense: Este é o “pulo do gato”: suas chances de conseguir a folga serão muito maiores se você se propuser a compensar depois as horas que tirou de folga. Pode ser trabalhando uma hora a mais nos outros dias, ou trabalhando em casa. O importante é mostrar que está disposto a “agradecer” pelo tempo concedido.

Agradecer: Ao final da carta, agradeça pela atenção dispensada e diga que aguarda um retorno.

Assine: Para transmitir maior peso à carta, termine-a com uma assinatura de próprio punho (se você possuir algum carimbo da empresa com seu nome, melhor ainda).

Foto 1: Dbdbrobot

One Comment

  1. Raul

    15 maio, 2012 at 2:19 pm

    Em grandes empresas costumam ter preparado algumas formas de solicitar autorização para realizar qualquer tipo de pedido a um superior ou chefe de departamento de pessoal. Por isso, é aconselhável seguir os requisitos de cada empresa.

    É sempre aconselhável pedir autorização com um tempo suficiente para evitar a interrupção do trabalho ou organizá-la de prejudicar a ausência.

    Todas as suas dicas são certamente muito bom.

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Check Also

Quer se tornar um trabalhador temporário?

Mesmo que adotado por um número pequeno de pessoas no Brasil, o trabalho temporário é uma …