Home Dicas para o trabalhador Como recuperar o tempo perdido reservado para trabalhar? Parte II

Como recuperar o tempo perdido reservado para trabalhar? Parte II

4 min read
0
Recuperar o tempo perdido no trabalho.

Ninguém está a salvo dos imprevistos. Diversas situações antagônicas podem ocorrer dentro ou fora do ambiente do trabalho e que podem atrapalhar o período reservado. No primeiro artigo foram demonstrados pontos que explicitaram o tempo perdido como um elemento que pode ocorrer com qualquer um. O importante é estar adiantado e precavido, jamais entrado em pânico e sempre estar precavido. Conheça algumas dicas de como recuperar o tempo perdido reservado para o trabalho.

Disciplina: Às vezes é necessário dizer “não” mesmo com a tentação de arrecadar renda. Um convite pode acontecer no meio de um trabalho mal resolvido, e neste sentido, vale mais garantir o que já foi previamente acordado do que agregar mais atividades e correr riscos na produção.

Evite pausas: A famosa pausa durante os períodos deve ser interrompida, buscar o tempo perdido passa a ser o grande objetivo. Lembre-se que cada segundo está sendo contando contra a sua produção e qualquer distração pode ser crucial à sua carreia. Utilize o tempo à refeição ou descansar para finalmente terminar e entregar tudo no prazo. Contudo, não se esqueça de que esta não é a melhor escolha quando se está com o trabalho em dia.

Horas-extras: Nestes momentos elas são mais do que indispensáveis. É necessário ter em mente que por mais que exista bastante foco durante a relação das tarefas sempre existirá um tempo extra, principalmente quando se está atrasado. Contudo, não se acostume com esta rotina que pode ser crucial à saúde.

Justamente por isso que o adiamento de tarefas é visto de forma negativa, pois no dia seguinte ninguém sabe o que pode acontecer. Jamais deixe trabalho que pode ser feito no presente para o futuro, seja a curto ou longo prazo. Algum funcionário pode faltar, uma nova tarefa pode surgir ou um cliente pode reclamar de um serviço que terá que ser revisado – todas estas situações que certamente danificam a produção do cotidiano, causando o temido adiamento de tarefas.

Lista de atividades pendentes: Muitas pessoas elaboram listas das tarefas atrasadas para alcançar uma noção temporal de quanto tempo vai demorar em realizá-las. Esta é uma grande forma de organização que sem dúvidas estabelece um maior controle temporal da demanda de trabalho.

A definição do período de tempo ficará muito mais nítida e certamente explicitará que apenas oito horas diárias não serão o bastante para o cumprimento de uma longa bateria de atividades atrasadas.

Foto: jonathansecanella.wordpress.com/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Check Also

Despedidos sem justa causa e combate ao trabalho infantil

A Convenção n. 158 da Organização Internacional do Trabalho afirma que um funcionário R…