Home Mercado de trabalho Como trabalhar em buffet?

Como trabalhar em buffet?

4 min read
6
Buffet Infantil, uma opção interessante para o primeiro emprego
Buffet Infantil, uma opção interessante para o primeiro emprego

Existem variados tipos de trabalhos em Buffets. Pode ser tanto escolha boa para quem está começando agora na vida profissional como também atividade com renumerações consideráveis principalmente aos que possuem graduação ou cursos técnico em gestão de eventos e gastronomia.

Todos os estados do país possuem variadas casas de festas em suas principais áreas municipais. Atividade que a cada dia que passa se torna mais rentável, principalmente com o consumo nacional que ainda continua quente mesmo em épocas de crise mundial. Confira algumas dicas sobre como trabalhar em buffets.

Monitores: Opção interessante para quem está seguindo para o primeiro emprego. Milhares de adolescentes começam a vida como monitores, animando as festas ou tomando conta dos brinquedos que compõe as mais diferentes festas temáticas que existem no mundo das crianças.

Pontos requeridos: O fator da inexperiência pode contar positivamente, visto que existem buffets que preferem funcionários que não estão viciados com outras formas de trabalho. No entanto, há outras características consideradas como imprescindíveis para este campo de atuação: Aparência, dedicação, comunicação e animação são os quatros grandes pilares segundo opiniões de especialistas.

Localidade também representa outro aspecto importante. O cache pago normalmente não prevê custos com transportes. Quem mora longe tem que tirar o dinheiro da locomoção do próprio bolso. A alimentação fica por conta da casa.

Ser jovem é importante na área que contrata trabalhadores que possuem faixa etária na media entre 16 e 18 anos. Se pode dizer que é mais fácil trabalhar com o público adolescente do que com os menores de quatorze anos que têm alto índice de imaturidade.

Como entrar no mercado?

Existem três jeitos para entrar dentro deste campo de trabalho: Indicação, meios de comunicação ou contato pessoal. A primeira representa forma mais fácil de ingressar a equipe. Quem não conhecesse ninguém pode pegar o telefone, ou mesmo enviar e-mail. As investidas pessoais costumam a dar certo pela inciativa dos trabalhadores.

Processo de seleção: Não é considerado formal. Quando os funcionários não forem indicados pela força de trabalho interna precisam preencher fichas colocando dados cadastrais. Na segunda etapa são distribuídos informativos que explicam regimentos internos para os empregados mirins que precisam da assinatura dos responsáveis no contrato de trabalho.

Alguns buffets são processados na esfera do trabalho por exercerem itinerários sem contrato assinado. No vinculo trabalhista corrente de forma usual dentro do mercado atual não existe vínculo trabalhista com os monitores. Somente há o contrato de prestador de serviços.

Outros itinerários de buffets: Segurança, manobrista e gestor (gerente).

Foto: brilhoeimagemproducoes.blogspot.com.es

6 Comments

  1. kelly cristina ferreira

    21 junho, 2013 at 2:42 pm

    Trabalho ja em buffet a 2 anos mando bem na cozinha principalmente estou desempregada preciso tyrabalhar

    Reply

  2. alana

    17 julho, 2013 at 12:42 pm

    eu nome alana estou em busca de primeiro emprego gostaria de trabalhar em buffet tenho 15 morro em santo andre.

    Reply

    • The Diktyo

      17 julho, 2013 at 8:49 pm

      Olá Alana.
      Você tem que esperar até os 16 anos para trabalhar legalmente. Por enquanto o melhor é que você estude e se prepare para o futuro.

      Obrigado,

      Reply

  3. Yasmin

    26 dezembro, 2013 at 3:40 pm

    Olá .. meu nome é Yasmin e gostaria de trabalhar em buffet,tenho 16 anos,moro em Sp-Hortolandia.. obg pela atençao

    Reply

  4. Erik

    22 outubro, 2014 at 11:40 am

    preciso de nmonitor para um buffet,em vila madalena-sp caso alguém se interessar entrar em contato

    Reply

  5. Milapiemonte

    19 janeiro, 2015 at 3:37 pm

    Ola Erik, estou em busca de emprego em Buffet.
    Tenho 16 anos e já trabalhei como auxiliar de sala infantil, tenho facilidade em trabalho com criança.
    Obrigada,
    Camila Piemonte

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Check Also

Despedidos sem justa causa e combate ao trabalho infantil

A Convenção n. 158 da Organização Internacional do Trabalho afirma que um funcionário R…