Home Concursos Públicos Concurso Público: 198 vagas para profissionais com nível superior em Santa Luzia

Concurso Público: 198 vagas para profissionais com nível superior em Santa Luzia

2 min read
0
Concurso Público em Santa Luzia oferece 198 vagas de emprego
Concurso Público em Santa Luzia oferece 198 vagas de emprego

A prefeitura de Santa Luzia, munícipio de Minas Gerais, abre concurso público para candidatos que possuem nível superior completo em alguma das diversas áreas acadêmicas presentes no quadro de vaga oferecido no processo seletivo público. Oferecidas 198 vagas, sendo 5% reservados aos candidatos que possuem algum tipo de deficiência física.

Interessados precisam desembolsar R$ 120 para pagar a inscrição aberta a partir de 5 de novembro. Realizável apenas no site da organizadora do concurso: Ibaconcursos.org. Deficientes físicos e pessoas cadastradas nos programas assistenciais do governo têm isenção que deve ser solicitada assim que as inscrições forem iniciadas.

A data oficial demarcava período entre setembro e outubro, mas a prefeitura lançou retificação anunciando o adiamento. Maiores informações podem ser acessadas na ficha do candidato eletrônica recebida por todas as pessoas inscritas no concurso público.

Quadro de vagas

  • Cirurgião Dentista: 2 vagas
  • Periodontista: 3 vagas
  • Endodontista: 2 vagas
  • Odontopediatra: 3 vagas
  • Cirurgião buco-maxilo-facial: 2 vagas
  • Clínico geral: 4 vagas
  • Médico Veterinário: 2 vagas
  • Enfermeiro: 90 vagas
  • Fiscal Sanitário: 10 vagas
  • Fisioterapeuta: 12 vagas
  • Assistente Social: 13 vagas
  • Terapeuta Ocupacional: 4 vagas
  • Psicólogo: 27 vagas
  • Fonoaudiólogo: 6 vagas
  • Farmacêutico:08 vagas
  • Biólogo: 2 vagas
  • Nutricionista: 8 vagas

Edital oficial aqui

Nota de adiamento das inscrições neste link

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Check Also

Despedidos sem justa causa e combate ao trabalho infantil

A Convenção n. 158 da Organização Internacional do Trabalho afirma que um funcionário R…