Home Trabalho Autônomo Conheça o mercado de trabalho da figuração

Conheça o mercado de trabalho da figuração

6 min read
3
Características do trabalho Autônomo como ator figurante

O que seria de um grande filme sem os figurantes? Tudo, menos realidade. Esta é a principal característica dos figurantes: colocar o tom de realidade que falta no cinema, no teatro ou não produções televisivas. É tanto gênero diferente de produção áudio visual que cada projeto possui sua própria característica. Aprenda neste artigo os segredos do mercado de trabalho da figuração.

Vale ressaltar que esta pode ser uma grande oportunidade para conquistar um networking valioso na área que, naturalmente, é mais focada para interessados em artes cênicas. Porém, muitas outras pessoas fazem figuração para melhorar o orçamento, famoso “bico”.

Uma característica fundamental dos figurantes é que eles não falam, de maneira alguma, pois se falassem, já não são seriam mais considerados figurantes, mas sim coadjuvantes. E mais, somente podem falar aqueles que possuem registro como ator. Outro ponto é o livre limite de idade que simboliza a democratização no processo de seleção neste mercado de trabalho, todo mundo pode trabalhar, desde bebês a idosos.

O figurante ganha por dia de trabalho e não por horas trabalhadas. A pontualidade é outro ponto fundamental, chegar antes da gravação é umas das obrigações naturais. Em um mercado de trabalho tão fechado, quem faltar sem justificação plausível fatalmente ficará queimado e nunca mais trabalhará na área.

Existem diversos tipos de processos de seleção para figurantes. Muitas televisões possuem contato eletrônico através de suas páginas na WEB, basta o envio de fotos (não precisa ser Book fotográfico, mas devem estar com alta qualidade e atualidade) e preenchimento de uma pequena ficha que o candidato pode ser chamado a participar de alguma produção.

Também existem agências especializadas em atores, atrizes e figurantes. Basta efetuar o cadastro que os agentes encontraram trabalho. Algumas produções almejam recrutamento através de anúncios próprios em grandes jornais ou na web. Também existem cursos preparatórios, sem dúvidas um grande diferencial diante os concorrentes, uma vez que a grande maioria dos figurantes não possui cursos específicos.

Caso não exista contato direto com alguém na área, a melhor fórmula de começar a carreira é atuando como figurante. Vale ressaltar que a figuração existe independente de aparência física. Ou seja, muitas vezes o selecionado não é o mais bonito, mas sim o que corresponde com o personagem objetivado.

Os tipos mais famosos de figuração são: Novela, Programas de TV, Comercial Publicitário e filmes. Um aspecto importante entre os três é o tempo. Na novela e nos programas de TV, normalmente o horário da escala mensal é previamente programado e organizado, além da produção diária não requerer muitas horas. No comercial publicitário o tempo é um pouco mais longo, às vezes demora-se um ou dois dias para gravação sendo que são gastas longas diárias. Já os filmes podem durar semanas ou meses. Relembrando que a variação salarial é por dia atuado e não por tempo gasto na atuação.

O tempo de espera para gravação, principalmente em comerciais, pode ser um momento valioso para quem almeja o envolvimento na área, onde o figurante pode ser notado e considerado como excelente perspectiva futura para o campo cênico. Cabe aproveitar o tempo e não lastimá-lo.  Porém, ressalta-se que para ser um ator é necessário um pouco mais de preparo e estudo técnico.

Leia Mais

Veja lista de agências que recrutam figurante

Foto: Padre_quart no Flickr

3 Comments

  1. ROBERTO

    16 maio, 2013 at 12:10 pm

    estou pronto

    Reply

  2. rosemery ventura

    7 novembro, 2013 at 9:31 am

    Quero ser figurante ja trabalhei fazendo figuracao

    Reply

  3. leila aparecida da silva

    21 agosto, 2014 at 10:09 am

    quero muito ser figurante…estou preparadíssima….

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Check Also

Despedidos sem justa causa e combate ao trabalho infantil

A Convenção n. 158 da Organização Internacional do Trabalho afirma que um funcionário R…