Home Mercado de trabalho Copa do Mundo gera oportunidades de emprego em diversas áreas

Copa do Mundo gera oportunidades de emprego em diversas áreas

5 min read
0
Copa do Mundo gera muitas oportunidades de emprego

Um evento do porte da Copa do Mundo movimenta todos os setores do país sede, beneficiando, especialmente, os moradores que buscam uma oportunidade de trabalho. O Brasil irá sediar a Copa em 2014, mas desde o anúncio oficial em 2007, o governo planeja iniciativas com o objetivo de formar profissionais para atuarem durante o evento.

A preocupação do governo é válida, já que somente em 2014 estima-se que o Brasil receberá  7,2 milhões de visitantes, sendo 600 mil apenas no mês do mundial. Durante o evento, cerca de três milhões de brasileiros devem viajar dentro do país.

Nas cidades sedes da Copa, os Ministérios do Turismo e do Esporte trabalham para realizar a capacitação de profissionais. O programa Bem Receber Copa, criado pelo Ministério do Turismo, beneficiará, até 2013, cerca de 230,4 mil brasileiros.

A iniciativa contemplará profissionais dos seguintes segmentos: Alimentação fora do lar, locadoras de automóveis, transporte aéreo regional, turismo de aventura, meios de Hospedagem, agentes de turismo, negócios e eventos. O investimento do ministério no programa é de R$ 257,7 milhões.

Já projetando as oportunidades que irão surgir durante as Olimpíadas de 2016, o Ministério do Esporte em parceria coma Fundação Demócrito Rocha criaram o  programa “Olimpíada e Cidadania” e tem como principal objetivo qualificar profissionais de educação física na formação de atletas e cidadãos e atenderá cerca de 12 mil participantes.

Profissões mais beneficiadas

Surgirá até 2014 diversas oportunidades de trabalho no Brasil. Algumas áreas, em especial, terão mais vagas em aberto. No segmento de hotelaria e turismo, por exemplo, as oportunidades são para diversos profissionais como gerente, camareira e garçons, manobristas e auxiliares de cozinha.

Outro setor que irá contratar muitos profissionais é o de segurança. Quem tiver interesse nesse ramo, pode se diferenciar dos demais por meio das especializações já existentes na área de segurança.  Em Curitiba foram lançadas duas pós-graduações voltadas para segurança com o objetivo de estimular o pensamento crítico e a produção científica a respeito do tema.

Como se especializar sem gastar muito

Algumas iniciativas do Governo Federal para a formação de profissionais são gratuítas. Porém, instituições como o Senac (Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial) criaram uma grade de cursos voltados apenas para qualificação de mão-de-obra para a Copa de 2014.

Os preços das mensalidades são acessíveis e durante o período de estudo, o aluno pode conseguir um estágio na área em que está se especializando, já que o Senac mantém um banco de talentos no qual grandes empresas do Setor do Comércio de Bens, Serviços e Turismo tem acesso e utilizam para realizar as contratações.

O Senac ainda oferece cursos para empresários que realizarão contratações para a Copa. O foco nessa formação é preparar uma equipe sólida e pronta para receber o mais esperando evento esportivo do mundo.

Foto: dicasdiarias.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Check Also

Em busca da estabilidade, profissionais investem em concursos públicos

Para muitos brasileiros alcançar a estabilidade financeira e profissional só é possível po…