Home Trabalho Autônomo Coworking, uma opção de trabalho para freenlancers

Coworking, uma opção de trabalho para freenlancers

4 min read
0
Locais destinados para o coworking
Coworking
Muitas pessoas relatam que suja maior dificuldade para entrar no mundo do trabalho freelancer é manter uma disciplina de trabalho e uma infraestrutura mínima, para receber clientes e realizar reuniões, transmitindo assim maior responsabilidade e comprometimento profissional.

Se esse fator também é um problema para você, conheça os locais destinados para o “coworking”, que reúnem tanto profissionais autônomos como empresas iniciantes em um ambiente de trabalho comum.

O objetivo dos espaços coworking é alugar um local para que os profissionais que integram o espaço possam trabalhar em seus projetos individuais e com direito a internet, telefone, locais para reuniões e petiscos, tudo a um preço normalmente abaixo do que o cobrado em um escritório convencional.

Vantagens

Trabalhar em espaços coworking traz a grande vantagem de simular um ambiente corporativo que possibilita total foco de cada colaborador, pois como cada um se concentra em seu próprio negócio, não há distrações ou interrupções para assuntos paralelos (uma característica tão comuns nas empresas normais e que acaba tirando muito da produtividade de seus empregados).

O freelancer também fica livre para lidar com seu trabalho sem precisar se preocupar com sua família, que muitas vezes não entende que mesmo em casa ele está trabalhando e que não pode ser chamado para resolver assuntos cotidianos.

Custos

A partir do momento que se divide custos como telefone, água, luz, aluguel e condomínio, por exemplo, alugar um espaço coworking torna-se uma opção muito mais atraente para quem trabalha como profissional freelancer ou possui uma empresa de pequeno porte, que não conseguiria oferecer esse tipo de serviço se tivesse que arcar com ele sozinha.

Diversidade

Trabalhar em um ambiente coworking também proporciona para o profissional freelancer a oportunidade de conhecer pessoas que, como ele, também estão empreendendo em favor próprio, só que em outras áreas do mercado de trabalho, fazendo com que ele tenha contato com visões de áreas diferentes e, por conseguinte, enriquecendo seu portfolio cultural.

Esse trabalho é bastante facilitado quando o host (que seria o responsável por administrar o ambiente coworking) faz essa intermediação entre profissionais de competências semelhantes, ligando suas afinidades e fazendo com que ambos os profissionais ganhem nessa relação, seja em conhecimento ou projetos futuros.

Pesquise mais sobre o tema e avalie se essa forma de negócio se adequa às suas necessidades e trabalho.

Foto: soriacasiverde.blogspot.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Check Also

Quer se tornar um trabalhador temporário?

Mesmo que adotado por um número pequeno de pessoas no Brasil, o trabalho temporário é uma …