Home Entrevista de emprego Currículo com foto: O que as empresas acham?

Currículo com foto: O que as empresas acham?

6 min read
0
Você não deve mandar um currículo com foto se esta não é requerido pela empresa

Ter um currículo com foto não lhe dá nenhuma vantagem. Se você acha que este é um diferencial direto em uma entrevista de emprego, está completamente equivocado. A não ser que o cargo oferecido for ao campo da moda, ou requerer explicitamente tanto nos pré-requisitos quanto nas indicações de como que você tem que enviar uma foto para disputar a seleção. Caso contrário, não é aconselhável a exibição estética.

Segundo Mariana Tchalian, coordenadora de recrutamento da “Across”, “não levamos a foto em consideração, a não ser que se trate da seleção de uma modelo ou promotora para eventos”, pois “não adianta entregar calhamaços, cheios de ‘perfumaria’, mas carentes de dados objetivos”.

A dúvida existe desde antes do boom da Internet. O exibicionismo e a autopromoção são aspectos extremamente prejudiciais em uma seleção de emprego, a fotografia enviada junto com o currículo é interpretada de forma negativa pelas empresas. No ambiente legal, as empresas não podem solicitar fotos para candidatos, a interpretação é sentenciada na esfera discriminatória. As fotos no currículo em destaque em detrimento dos objetivos e características criam uma péssima primeira impressão.

A imagem do candidato deve ser sóbria, neutra. Se for requisitada oficialmente pela empresa e não por sua própria conta, coloque uma foto no currículo de 3X4 não sendo aquelas de festas, ou até mesmo sem camisa, de biquíni, ou com outras pessoas na imagem. Procure estar sozinho na foto, demonstrando-se da cabeça aos ombros, não mais do que isso.

O fundo da foto não pode ser colorido ou paisagístico, procure sempre a neutralidade da cor branca. Olhe para câmera e imagine que a máquina representa seu chefe, como olharia para ele. Procure não ficar nem muito sério nem muito alegre no retrato, um singelo sorriso já é mais do que o bastante para uma imagem respeitosamente carismática. As mulheres podem usar maquiagem, mas não exagerem, somente realce os traços do rosto com tons leves nada extravagantes.

A discriminação na demissão ou admissão está bem clara na Lei n° 9.029/95. Com base neste texto constitucional, muitas empresas são processadas quando exigem a presença de foto. Afinal, o cidadão pode ter perdido a vaga somente pela estética fotográfica. Você que é empresário tome cuidado, às vezes pode estar descartando uma excelente mão-de-obra por um futuro risco penal indenizatório.

De acordo com a gerente de recrutamento e seleção da “Coca-Cola”, Alessandra Nogueira, não é aconselhável fazer “do seu currículo um catálogo de fotos. Lembre-se: não é a sua aparência que é avaliada e, sim, os seus conhecimentos e experiências profissionais. Por isso, evite colocar fotos. Mas se mesmo assim você optar pela foto pense: ‘qual é a imagem que eu quero passar para o recrutador?’ Tenha bom senso. Nada de figuras sem camisa, de óculos escuros ou de biquíni. Escolha algo mais formal”.

Ou seja, é muito difícil entender qual é a imagem que o empregador espera quando não conhecemos nem ele nem a empresa, muito menos quando não existe um Network direto. Por isso, brilhe por habilidades e não pela aparência física, atributo irrelevante em um ambiente de trabalho que visa conhecimentos técnicos e não estéticos.

Foto: Buscarempleo.es

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Check Also

Despedidos sem justa causa e combate ao trabalho infantil

A Convenção n. 158 da Organização Internacional do Trabalho afirma que um funcionário R…