Home Dicas para o trabalhador Demitido? Como seguir uma Carreira após a Demissão?

Demitido? Como seguir uma Carreira após a Demissão?

5 min read
0
Como sair bem de uma demissão

Um dos piores momentos da vida de um profissional é quando ele é demitido da empresa onde trabalha. E se esse desligamento ocorre por motivo de corte ou algum outro fator que não está relacionado ao seu desempenho profissional, o sentimento de frustração só cresce, podendo em alguns casos se transformar em depressão.

Pode parecer clichê, mas é perfeitamente possível tirar algum proveito do tempo em que estiver desempregado e, caso consiga fazer um bom uso dele, dar um salto na carreira na próxima empresa.

Sebrae Cursos Profissionalizantes.

Confira algumas perguntas que você precisa fazer a si mesmo:

Estou feliz fazendo o que faço? Essa é a principal pergunta a ser feita: avalie-se atentamente e veja se a sua atual profissão te satisfaz como pessoa. Quando você levantava na segunda-feira de manhã para trabalhar, sentia-se motivado para a semana ou indignado por ter que esperar mais cinco dias até o sábado? Esse é um bom termômetro para saber se você encontrou o seu caminho profissional ou se precisa olhar para novas estradas

Sei o que desejo fazer da minha vida profissional? Assim como na vida em geral, tome o controle, na medida do possível, do modo como você deseja ser visto como profissional: quero ser conhecido pela minha capacidade como gestor ou pelo fato de possuir um enorme conhecimento da área em que atuo?

Se você tem isso claro na sua mente, é hora de sentar e fazer um planejamento de carreira. E não se preocupe se não conseguir fazer algo extremamente detalhado: por mais simples que seja, esse passo nos ajuda a sentir que estamos fazendo algo por nós mesmos ao invés de nos “deixarmos levar pela maré”.

Tenho os requisitos necessários?  Após o planejamento de carreira, avalie os profissionais que ocupam o lugar que você deseja: analise os cursos extras, conhecimentos de língua e até o modo como eles se relacionam com as pessoas, para saber o que você já tem e o que precisa melhorar ou desenvolver.

A parte acadêmica, claro, é a mais fácil: você pode adquirir muito informação pela internet, até mesmo aprender ou aprimorar o inglês de forma gratuita. Mas se é essa a profissão que você deseja, faça um esforço para mudar de comportamento, os benefícios prometem compensar todo o trabalho!

Existe alguma empresa onde acho que me encaixaria perfeitamente? Não é que você só vai mandar um currículo para uma determinada empresa, mas escolha algumas cuja filosofia de trabalho combine com o seu jeito de ser e “esforce-se” um pouco mais. Como? Um currículo feito sob medida e uma ligação para o RH, perguntando como enviar o currículo e mostrando o conhecimento e interesse pela empresa, podem ser alternativas certeiras para ao menos ser chamado para uma entrevista.

Essas são apenas algumas dicas, mas que podem te ajudar a ver que a vida, tanto profissional como pessoal continua e que é possível fazer dessa uma boa experiência.

Foto: Moodboard no Corbis

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Check Also

Quer se tornar um trabalhador temporário?

Mesmo que adotado por um número pequeno de pessoas no Brasil, o trabalho temporário é uma …