Home Formação Descubra que falar outra língua pode fazer diferença em seu currículo

Descubra que falar outra língua pode fazer diferença em seu currículo

5 min read
0
Importança de falar outra língua
Falar outra língua

Não é dúvida para ninguém que falar outra língua vem se tornando cada vez mais essencial na hora de conseguir um bom emprego. Em primeiro lugar da lista vem o inglês, se a fluência não é exigida saber ler e entender a língua é sempre um fator de preferência. Em segundo, o espanhol, especialmente pelo fato do Brasil estar cercado de países falantes dessa língua. E qual seria a terceira língua nessa lista? É isso que vamos responder aqui.

Hoje em dia não é incomum encontrar pessoas que já sejam fluentes em inglês e espanhol. Em um mundo globalizado, as crianças começam desde cedo a ter contato com outros idiomas, especialmente o inglês. As escolas de línguas oferecerem cursos cada vez melhores que atendem os públicos das mais diversas idades e com os mais diferentes interesses. Para o Brasil, um país situado na América do Sul rodeado por países falantes do espanhol, também não é difícil encontrar falantes dessa língua, se não fluentes que “se viram” ao menos. Nesse caso qual outra língua tornaria você especial para uma empresa na hora da contratação?

É importante ter em mente que não há apenas uma resposta para essa questão. Inúmeros fatores vão influenciar para determinar qual língua é mais interessante para você, mas algumas dicas podem ajudar. Se você não sabe por onde começar, não possui uma carreira estabelecida nem tem em mente empresas nas quais gostaria de trabalhar uma boa opção pode ser o chinês.

O chinês, ou mandarim que é o nome da língua mais falada na China é bastante diferente do português o que o torna uma língua complicada e rara entre brasileiros, contudo com o crescimento econômico que a China vem apresentando nos últimos anos ela tem tudo para se tornar a próxima potência mundial. O mandarim então torna-se uma boa chance de conseguir aquele emprego que sabendo disso quer profissionais que possam se comunicar diretamente com esse país em pleno crescimento. Mas essa não é sua única opção.

Como na China o inglês é uma língua bastante difundida outras opções podem se mostrar mais práticas e efetivas. Uma boa forma de escolher uma outra língua é saber na sua área onde estão as grandes empresas do ramo, onde ficam as matrizes de multinacionais brasileiras. Por exemplo, se for na França o francês pode ser a melhor opção pra você e assim por diante.

Duas línguas que não são difíceis de aprender para brasileiros e que podem ser bem úteis é o alemão e o francês, línguas faladas em importantes países da Europa não será difícil encontrar empresas que necessitem tratar com pessoal dessa região. Há ainda o japonês, uma vez que encontramos diversas indústrias vindas desse país no Brasil e qual não é o diretor que gostaria de conversar com seus funcionários em sua língua materna.

Foto: amandaemaltomar.blogspot.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Check Also

Saiba mais sobre franquias virtuais

As franquias virtuais, ainda não muito conhecidas no Brasil são uma forma cada vez mais po…