Home Dicas para o trabalhador Dicas para requerer Seguro Desemprego

Dicas para requerer Seguro Desemprego

4 min read
0
Leia como obter o seguro-desemprego.

O mundo profissional gira muito rápido, um dia no empregado outro desempregado. Contudo, é necessário possuir muita força de vontade nos momentos ruins para prosseguir na roda da vida. Para manter a tranquilidade é necessária mínima segurança financeira e às vezes a quantia recebida com a demissão sem justa causa não é necessário para segurar as contas dos próximos meses. Neste sentido, é essencial estar assegurado. Confira algumas dicas para requerer seguro desemprego.

Ele está relacionado com a seguridade social que é garantida pelo art. 7° do conteúdo relacionado com os direitos sociais da Constituição Federal. Seu objetivo principal é o de fornecer assistência ao trabalhador desempregado sem justa causa.

Pré-requisito: Ser empregado formal dispensado sem justa causa. No momento da dispensa deverá ser concedido ao dispensado requerimento relacionado com requisição do seguro. O modelo é composto por duas páginas de cores diferentes que devem ser completamente preenchidas.

O requisitante será designado para algum posto de trabalho localizado perto da residência munido dos respectivos documentos:

  • Requerimento preenchido.
  • TRCT (Termo de Rescisão do Contrato de Trabalho) que deve estar com a quitação elaborada corretamente.
  • Cartão do PIS.
  • Cartão do Cidadão.
  • CTSP (Carteira de Trabalho e Previdência Social).
  • Qualquer documento oficial de identificação.
  • Três contracheques realizados nos últimos 120 dias.
  • Documento comprobatório das últimas remessas lançadas no FGTS.

Logo após os documentos serem apresentados o cidadão pode saber no mesmo momento se possui legítimo direito de receber o benefício. Com a confirmação o beneficiário será incluso no sistema de requerimento do seguro desemprego.

Como funciona a verificação no posto de atendimento?

O sistema de habilitação está sendo oferecido com o máximo de cuidado para que a ordem do fluxo de pessoas seja mais organizada e a segurança dos dados melhores verificados à segurança do próprio requerente, evitando com que erros cadastrais causem péssimas surpresas futuramente.

A pré-triagem é o passo inicial, onde é indispensável à entrega dos documentos requeridos com o objetivo de satisfazer a conferência visual do atendente na ação comprobatória.

Sequencialmente acontece a triagem onde é verificada a consistência dos batimentos relacionados com o cadastro. Neste momento as informações relacionadas como o CNIS e PIS/PASEP passam por processo de validação.

Por fim é a vez da pós-triagem. Quando o valor do seguro for debitado na conta corrente os dados do contribuinte devem passar por nova averiguação. Este movimento é chamado de conferência pelos especialistas, forma utilizada para averiguar a legítima condição trabalhista do assegurado ao passo que também serve como ótimo desmistificador de golpes contra a Receita Federal.

Quem deseja saber mais informações devem ler o artigo escrito pela estimada colega jornalista Mônica Wanderley: O que é seguro desemprego e como obtê-lo?

Fonte: Portal.mte.gov.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Check Also

Despedidos sem justa causa e combate ao trabalho infantil

A Convenção n. 158 da Organização Internacional do Trabalho afirma que um funcionário R…