Home Elaborar Curriculum Empresas norte americanas e o currículo ideal

Empresas norte americanas e o currículo ideal

4 min read
1
Aprenda como fazer um bom curriculo para trabalhar nos Estados Unidos.

Já pensou em trabalhar fora do Brasil? Não? Pois deveria. Em um mundo globalizado é cada vez maior a chance de aparecer tal oportunidade, você não pode se limitar ao seu territorial estadual ou nacional. Além disso, a chance de ter maiores ganhos e contato com outra cultura são os principais motivos que levam milhares de pessoas a procurarem às agências de emprego no exterior.

Para isso é necessário ficar ligado em como são desenvolvidos os critérios de seleção para ocupar uma vaga em uma empresa do exterior, então, nada mais obvio do que explicarmos como é elaborado um currículo no padrão norte americano, que é diferente do brasileiro. Um bom currículo é a sua carta de apresentação para qualquer oportunidade de emprego. Nele, o seu futuro empregador vai conhecer as suas aptidões profissionais e em alguns casos pessoais.

No Brasil estamos acostumados a enviar às empresas o nosso currículo vitae, que o histórico profissional e educacional do candidato, nos EUA isso não funciona. Por lá, você vai desenvolver um “resume” (pronuncia-se rezumé), e uma “cover letter”, que é basicamente uma carta de apresentação. O resume é um instrumento de marketing cujo objetivo é vender seu “peixe”. Ele deve contar no máximo duas páginas, com vários exemplos de suas realizações profissionais. Seus resultados alcançados dentro de sua função devem estar em evidência. Você não deve descrever “Responsável pela venda de carros”, o correto é “Vendi 80 carros em três meses e superei a minha meta em 120%”.

O resume baseia em uma técnica onde o empregador deve encontrar o que está procurando em seu perfil em no máximo 30 segundos, então, para que sua oportunidade não acabar ali mesmo, é necessário que seu resume atenda o mais perto possível às qualificações que estão procurando. Além disso, você deve ter cuidado na hora de redigir, prestando atenção para não cometer erros ortográficos e gramaticais. Quantifique as suas realizações com medidas exatas como dólares, unidades, percentagens, etc. E principalmente, crie um aspecto agradável e de fácil leitura no documento.

Já o cover letter, é uma carta de apresentação, escrita pelo candidato, que acompanha o currículo (não confundir com carta de recomendação). Funciona como uma apresentação resumida das habilidades e objetivos profissionais. É quase um resumão do seu currículo, acompanhado por algumas informações como a situação do seu visto e sua flexibilidade para trabalhar. Agora é cair no mundo e procurar por agências de empregos que disponibilizam oportunidades nos EUA.

One Comment

  1. MOISES

    28 junho, 2014 at 11:09 pm

    CARO AMIGO ;BOA NOITE. O QUE TENHO QUE FAZER PARA CONSEGUIR UM EMPREGO NOS E.U.A,EU FAÇO FAXINAS,SOU VIGIA ,AJUDANTE DE COZINHA PEQUENOS SERVIÇOS DE PEDREIRO,SERVENTE E COM DISPOSIÇÃO PARA APRENDER OUTRAS PROFIÇÕES.

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Check Also

Mandarim é a língua da vez?

Há anos que a China é o país que mais cresce economicamente no mundo. Em 2010, o país teve…