Home Condições de trabalho Falta de segurança do trabalho na engenharia civil

Falta de segurança do trabalho na engenharia civil

4 min read
0

As causas são diversas. Devido o setor de construção civil crescer a cada ano, as empresas buscam mão-de-obra barata e de qualidade. A contratação na maioria das vezes é terceirizada. A pressa é outro fator que determina os acidentes, visto que os operários e engenheiros possuem um prazo de entrega que deve ser cumprido. As ferramentas de trabalho não possuem qualidade ou já estão quase inutilizáveis.

Há diversos tipos de acidentes que podem ocorrer na obra. Nos últimos anos, os mais vistos foram soterramentos, esmagamentos e quedas em altura. Muitos deles acontecem por causa da falta de competência de engenheiros e arquitetos responsáveis pelo andamento e segurança da obra. Apenas um erro no projeto pode gerar um grande desastre.

Há diversas empresas que se preocupam com a segurança de todos os funcionários que ficam presentes no canteiro de obras. As mesmas investem em equipamentos de seguranças e em medidas para prevenir acidentes, além de cursos de orientação. Antes de se iniciarem as construções, engenheiros identificam os possíveis riscos de acidentes e os mostram para os operários.

A fiscalização em cada estado visa garantir a segurança dos operários. Porém, a quantidade de auditores fiscais é pequena para tantas obras. Por esse motivo muitas não são fiscalizadas devido a falta de tempo. Segundo chefes do setor de fiscalização, é impossível visitar todas as construções. As empresas devem ter suas próprias equipes de técnicos e responsáveis pela prevenção de acidentes e os mesmos devem identificar as não conformidades na obra, afirmam engenheiros de segurança.

Órgãos e prefeituras propõem que, para a construção possuir um alvará de funcionamento, é necessário a construtora apresentar projetos se saúde e segurança. A falta de mão de obra faz com que pessoas sem experiência atuem na área em questão. Uma alta porcentagem de trabalhadores são semi-analfabetos e não sabem utilizar o Equipamento de Proteção Individual (EPI). Por isso a grande importância do treinamento adequado.

Qualquer trabalhador deve ter registro e assinatura da carteira de trabalho, salário, jornada de trabalho de 8 horas e o FGTS. Caso não haja o cumprimento das leis trabalhistas e da segurança, deve-se optar por denunciar a empresa em algum órgão ou no sindicato.

Podemos concluir que as péssimas condições nos canteiros e a falta de fiscalização podem contribuir para um grande desastre, seja ele pequeno ou grande. Qualquer empresa no setor da construção civil deve investir em vários setores. Desse modo, a vida dos que sofrem para concluir um imóvel será poupada.

Foto: ayalavucb.wordpress.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Check Also

As tarifas de táxi nas principais capitais do Brasil

Na Copa do Mundo de 2014 no Brasil, as tarifas de táxi irão variar bastante de acordo com …