Home Profissões Guia de profissões: O que faz um escriturário?

Guia de profissões: O que faz um escriturário?

5 min read
0
O que faz um escriturário

Você connhece o escrituário? Desde a contabilidade ao judiciário. Este trabalhador possui incumbências relacionadas com lançamentos em contas das mais versas espécies, especialmente contábeis. Todas as dívidas pagas das casas comerciais devem estar registradas oficialmente por profissionais especializados. Escriturários são ideais para executar estes tipos de serviços, segundo os trâmites legais.

O desempenho desta força-de-trabalho pode estar ligado à esfera comercial, contábil ou tributária. São essenciais para prestar informações sobre débito e crédito de forma dinâmica, principalmente para auxiliar setores judiciais. Gastos e compras também são controlados por estes profissionais que precisam enviar constantes relatórios sobre movimentações econômicas aos superiores. Conheça o que faz um escriturário.

Surgimento da profissão!

Esta atividade remota à Idade Média. Com os burgueses assumindo grande poder no mundo, aconteceu grande crescimento comercial das nações. As cruzadas propiciaram pilhas de riquezas divididas entre Igreja católica e burguesia, ambos apoiadores das investidas.

Na reabertura comercial do mediterrâneo propiciada por estas guerras ocorreu franca evolução dos trabalhadores comuns que largavam o mundo feudal para trabalhar nos burgos. Surgiu o Renascimento Comercial Urbano, proliferando diversas profissões para contabilizar remessas comerciais, sendo os escriturários alguns destes paradigmas.

Características do escriturário:

  • Paciente
  • Ágil
  • Responsável
  • Comunicativo
  • Organizado
  • Dinâmico
  • Prestativo
  • Raciocínio Lógico
  • Observador
  • Metodológico
  • Eximes conhecimentos em ciências exatas

Formação superior em contabilidade. Curso técnico em contabilidade ou especialização também são aceitos por algumas empresas. Há diversos centros acadêmicos ou profissionalizantes que disponibilizam programas com preços acessíveis. A atualização profissional necessita ser realizada qualitativamente, pois frequentemente surgem sistemas antagônicos de contabilização. Atualizações nos periódicos econômicos também precisam ser constantes.

Itinerário: Normalmente são realizados registros de débitos, créditos, tributações e fichas de conferência, além de dados/ informações contábeis, fornecendo informações de tributo e auxiliando perícias contábeis.

Mercado de Trabalho: Tanto setor privado como publico possui alta demanda por estes profissionais. Quem possui ampla formação acadêmica mais curso de línguas estrangeiras pode assumir auditorias. Diversos empregos disponibilizados por concursos do governo são para exercer atividades escriturárias. Há carência de profissionais especializados, favorecendo altas renumerações. Áreas comerciais e fiscais disponibilizam maior número de vagas. Entretanto, renumerações são maiores para tributários.

Área dos escriturários!

Comercial: Registra documentos relacionados com negócios da empresa. São cruciais para que metas sejam estabelecidas com eficácia. Problemas de produção e comercialização são identificados rapidamente pelo profissional.

Contábil: Registra todas as movimentações financeiras, controlando créditos e débitos, além de analisar registros patrimoniais.

Tributária: Cuida do faturamento, analisando e preparando os mesmos para que impostos e contribuições sejam realizados de acordo com as obrigações fiscais.

Leia mais:
O que faz um Administrador de Empresas?
O que faz um economista?

Foto: ImageSource

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Check Also

Despedidos sem justa causa e combate ao trabalho infantil

A Convenção n. 158 da Organização Internacional do Trabalho afirma que um funcionário R…