Home Salário do trabalhador Impacto do salário mínimo na economia brasileira

Impacto do salário mínimo na economia brasileira

4 min read
0
Aumento do salário mínimo
Prós e contras do aumento do salário mínimo

No Brasil, o salário mínimo surgiu em meados da década de 30. Até então, os trabalhadores não possuíam um piso salarial fixo. Hoje em dia existem categorias de trabalhadores, e nem todas seguem a faixa salarial decretada pelo governo. Algumas destas categorias possuem piso salarial superior ao mínimo e sofrem um pequeno percentual de aumento todos os anos, o chamado dissídio.

O governo criou o salário mínimo com a intenção de proporcionar ao trabalhador a capacidade de moradia, comida, saúde, bens pessoais e lazer. Porém, o valor pago desde a sua criação até os dias de hoje não consegue propiciar uma vida digna aos brasileiros. O motivo para a desvalorização do salário mínimo frente às necessidades básicas está diretamente ligado a inflação, ou seja, de nada adianta aumentar o poder aquisitivo daqueles que dependem do mínimo para sobreviver, sendo que o valor dos produtos também aumenta consideravelmente.

Muitas pessoas dizem-se indignadas com o valor do salário mínimo, mas poucos entendem o impacto que o aumento deste valor gera na economia. Sempre os mais afetados pelo lado negativo de toda “estratégia de crescimento” são os menos favoráveis. Cito como o exemplo o caso da empregada doméstica. Segundo as novas leis trabalhistas, a empregada doméstica tem direito a carteira assinada, pagamento de INSS e fundo de garantia. Porém, a cada aumento do salário mínimo as despesas do empregador também aumentam, acarretando uma negatividade para aquele que emprega esta categoria. Outro exemplo são as Prefeituras dos pequenos municípios. Estas por sua vez, pagam grande parte de suas contas através de repasses vindos do Governo, porém, estes repasses nem sempre são acrescentados, impactando diretamente na dívida pública do município ou acarretando até mesmo a desagregação de pessoal para que os débitos possam ser honrados.

O lado positivo é que garantindo a política de reajuste no valor do mínimo, baseado no crescimento da economia, trará ao Brasil a longo prazo, um salário que possa prover o bolso dos trabalhadores e finalmente garantir que as necessidades básicas sejam garantidas. As medidas tomadas pelo Governo são intencionadas em melhorar as condições sociais dos brasileiros, esperando em troca o aumento do consumo, ou seja, o desenvolvimento da economia.

Toda ação gera uma reação, assim dizem, e assim funciona a economia de um país, onde muitos fatores estão ligados e são dependentes. De tal modo que, as estimativas devem ser feitas pensando a longo prazo, para que o Brasil possa atingir as metas sociais e ocasionar uma melhora da qualidade de vida dos brasileiros.

Foto: abelezaeamulher.blogspot.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Check Also

Inglês no mercado de trabalho

O Inglês, hoje em dia, é a peça fundamental para o bom relacionamento entre as pessoas, po…