Home Entrevista de emprego O que é entrevista de caso?

O que é entrevista de caso?

4 min read
0
Entrevista de emprego

Consiste na entrevista de emprego em que ao requerente é dada uma pergunta, situação, problema ou desafio para resolver a situação. O problema-caso por vezes traz momento de negócio, na vida real, ou em ambos. Pesquisadores apontam que resolver problemáticas presentes no cotidiano da família, por exemplo, pode trazer respostas com menos preparo laboral para mentir, o que ajuda no processo de análise que objetiva contratar novos funcionários.

Após o requerente receber informação o entrevistador transmite questões lógicas e sequenciais a permitir fazer entender a situação, a sonda profunda em áreas relevantes, reunir informações pertinentes e chegar à solução. Entrevista de caso é usada ​​em principal a contratar consultoria de gestão e empregos no banco de investimento. Empresas utilizam para avaliar a capacidade analítica e habilidades de resolução de problemas.

Em prática os empreendimentos estão na procura da resposta “correta”, mas para a compreensão de como o candidato pensa e como se aproxima de problemas. Durante a entrevista de caso, entrevistadores observam as seguintes habilidades:

  1. Habilidades de raciocínio numérico e verbal
  2. Habilidades de comunicação e apresentação
  3. Competências empresariais e de sensibilização comercial

De forma frequente os candidatos são solicitados a estimar números específicos, por vezes uma figura comercial (como tamanho de mercado ou rentabilidade, por exemplo). Os candidatos devem demonstrar raciocínio ao invés de produzir a resposta exata.

Entrevista de emprego: processo seletivo de caso

A “entrevista de caso” também pode ser conduzida como exercício de grupo no qual aos candidatos são apresentados materiais informativos sobre problema de negócio. Eles devem discutir e acordar uma solução. Os entrevistadores de forma usual se sentam ao redor do exterior da sala como observadores silenciosos a avaliar a comunicação dos candidatos e interação, bem como o pensamento analítico e conscientização comercial.

Atenção! Os entrevistadores acenam a “bandeira vermelha” aos candidatos que tentam dominar a conversa. Também existem pontos negativos entre participantes do processo seletivo que não conversam com os concorrentes ao emprego. O equilíbrio precisa existir no sentido de fazer apenas parte da equipe ao saber falar e ouvir nos momentos corretos.

Em prática, tentar atrair a atenção do processo seletivo a si pode resultar em pontos negativos. Por mais que exista verdade no discurso, poucos entrevistadores acreditam de fato que na sua frente está um autodidata capaz de fazer todas as atividades trabalhistas com desempenho superior do que a média em geral. Selecionadores estão cansados de receber currículos de “perfis perfeitos”!

Leia mais:

Foto: jonharmer.wordpress.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Check Also

Despedidos sem justa causa e combate ao trabalho infantil

A Convenção n. 158 da Organização Internacional do Trabalho afirma que um funcionário R…