Home Profissões Guia de profissões: O que faz um economista?

Guia de profissões: O que faz um economista?

4 min read
0
Conheça o mercado do economista, as vagas...

A sociedade é intimamente dependente deste tipo de profissional. Desde o começo da humanidade os homens já notavam que não existiam recursos naturais para toda coletividade. Neste sentido, poupar foi à solução que as nações encontraram. Passados milhares de anos até a atualidade, percebe-se que a função do economista contemporânea continua parecida com a do passado. Justamente por isso que a matéria não está intimamente ligada com ganhar dinheiro, bens e serviços, mas sim com poupar e saber distribuir os mesmos.Entenda melhor o que faz um economista e saiba se esta é a profissão correta para sua carreia profissional.

É necessário fazer bacharel de 4 anos para se tornar um economista. Durante o curso é indispensável realizar estágio para conseguir lugar de destaque no mercado de trabalho na hora da conquista do diploma.

Na prática, este é o estudo que está relacionado com as distribuições de bens e serviços para a sociedade e cidadãos que nela residem. Sua figura é essencial na administração pública, entretanto muitas empresas da iniciativa privada demandam economistas por inúmeros motivos.

Ressalta-se que este profissional não lida apenas com trâmites que envolvem dinheiro diretamente, mas sim com outros aspectos como: Análises, planos financeiros, ou outros aspectos que envolvam administração ou até mesmo contabilidade.

Este é um dos trabalhadores mais flexíveis de todo mercado de trabalho. Podendo atuar em diversos tipos de negócio e realizando diversas funções quantitativas ou qualitativas.

Com seus conselhos os investidores arrecadam mais renda. O mercado de ações é um dos locais mais almejados devido à circulação de dinheiro existente nas transações que na prática explicitam como está a saúde financeira do próprio país.

Nas empresas é responsável pelo desenvolvimento de diversos planos para solucionar problemáticas financeiras, econômicas ou administrativas, sempre aproveitando e aplicando os conceitos aprendidos na academia nestas três esferas básicas.

Comércio, indústria e serviços são as três grandes essências que todo o bom economista deve possuir conhecimento plenamente. É necessário saber criar, administrar e contabilizar em todos os planos básicos da produção das sociedades, populacionais ou de capitais sociais reunidos.

Pós-graduação: Depois de conquistar o diploma é necessário escolher em qual caminho se especializar, macroeconomia ou microeconomia. A primeira opção lida com temas relacionados com licitações públicas, geração de empregos, intervencionismo do governo na economia, entre outros temas ligados a problemáticas de maiores amplitudes. Já na segundo o profissional deve trabalhar dentro de empresas, sempre desempenhando papéis para contribuir com a produção e renda dos empreendimentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Check Also

Despedidos sem justa causa e combate ao trabalho infantil

A Convenção n. 158 da Organização Internacional do Trabalho afirma que um funcionário R…