Home Condições de trabalho Plano Nacional de Prevenção à Violência contra a Juventude Negra

Plano Nacional de Prevenção à Violência contra a Juventude Negra

4 min read
0
Prevenção à Violência contra a Juventude Negra
Prevenção à Violência contra a Juventude Negra
No final do mês de setembro de 2012, na cidade de Maceió, foi lançada a primeira etapa do Plano Nacional de Prevenção à Violência contra a Juventude Negra, conhecido no meio popular como “Juventude Viva”. A iniciativa possui parceria com seis Ministérios e algumas entidades de sociedade civil. Todas as instituições trabalham em conjunto para diminuir o número de homicídios entre os jovens negros do país, principalmente entre os 132 municípios que participam da execução do plano.

Os organizadores dizem que o Projeto compreende resposta a demanda histórica que existe nos movimentos sociais nacionais, representando prioridade entre os jovens participantes das duas primeiras Conferências Nacional de Juventude (2008 e 2011). De acordo com informações colhidas em nota do MTE (Ministério do Trabalho e Empego), 53% das mortes de brasileiros acontecem entre jovens, sendo que quase 80% são de jovens negros com escolaridade de nível baixo, a maior parte entre os homens.

Mapa da Violência Mundial

Conforme dados registrados no Mapa da Violência 2012, a soma dos mortos de dez países (Índia, Iraque, Israel, Afeganistão, entre outros) representa menor número do que o valor de mortos no Brasil durante o período entre 2004 e 2007, são 147.373 contra 157.332, respectivamente. Para combater o cenário caótico no setor foi implantado o Plano de Enfrentamento à Violência Contra a Juventude Negra, coordenado pela Secretária Geral. Programa que representa prioridade entre o Fórum Direito e Cidadania.

A ação é integrada por oito Ministérios distintos que integram o governo federal. Está pactuada com outros setores da economia no intuito de buscar os territórios vulneráveis e aplicar oportunidades de inclusões sociais e emancipação educacional entre as populações. Oferecendo inclusive cursos técnicos gratuitos com encaminhamento ao mercado de trabalho.

Destaques: Emprego e Homicídio

Maceió, Alagoas, apesar de ter registrado recorde na geração de emprego em setembro de 2012, está na segunda posição, de 132 regiões que mais concentra homicídios na região, concentrando quase 70% das mortes que acontecem em todo o país. O capital alagoense representa primeiro município a receber o Programa Brasil Mais Seguro, implantado pelo Ministério da Justiça. Por estes e outros motivos à cidade também será a primeira que recebe a assistência do Plano Nacional de Prevenção à Violência contra a Juventude Negra.

Após Alagoas o plano segue para outras regiões do país que demonstram grandes números de mortalidade relacionada com a juventude afrodescendente. Maiores informações são acessadas na nota divulgada no site do MTE.

Foto: cmmsalvador.blogspot.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Check Also

Despedidos sem justa causa e combate ao trabalho infantil

A Convenção n. 158 da Organização Internacional do Trabalho afirma que um funcionário R…