Home Trabalho Autônomo Trabalho home-office

Trabalho home-office

Trabalho home-office é cada vez mais común
Trabalho home-office é cada vez mais común

Um dos maiores objetivos atuais em qualquer cenário empresarial é alcançar o equilíbrio entre a vida profissional e a vida pessoal. É o que denominamos conciliação, um objetivo para muitos e uma realidade para outros. E o que é necessário para atingir essa conciliação? Pois os apresento uma opção que tem se tornado cada vez mais comum, graças aos avanços tecnológicos: o trabalho home-office ou também conhecido como o teletrabalho.

Como já diz a sua própria denominação, o teletrabalho é feito à distância. Isso significa que não se faz necessário buscar um lugar concreto para desenvolver a atividade profissional, isto é, tecnicamente o trabalho vem à casa. Poderíamos dizer que hoje em dia, o trabalho home-office está no topo do ranking da conciliação entre as vidas profissional e familiar, considerando também que existem outros métodos e formas que o seguem, como por exemplo a redução de jornada, as creches incorporadas aos locais de trabalho ou ainda os horários flexíveis, entre outros.

Considerando este contexto, devemos fazer uma análise das vantagens e desvantagens que podem surgir em trabalhar desde casa. Como vantagens podemos citar:

  • Flexibilidade: talvez a vantagem mais atraente. Permite trabalhar e organizar o seu tempo, da forma que mais lhe convenha e se há uma modalidade que permite dispor de horário flexível, essa é o trabalho à distância. Não necessitará ‘bater o ponto’, poderá administrar seu trabalho segundo suas necessidades ou disposições, organizando seu horário da maneira mais eficiente possível. Sempre é conveniente que esse horário coincida , ainda que seja somente parcial, com o horário da sede do trabalho em questão, sendo que pode se fazer necessário estabelecer uma certa comunicação frenquente por computador ou telefone.
  • Autorregulação: não há que cair no equívoco de considerar que o fato de trabalhar desde casa significa que você pode ser seu próprio chefe. Claro que é correto considerar que esta possibilidade oferece uma série de liberdades que se condesam, basicamente, na autogestão. Você é quem decide como vai organizar a quantidade de trabalho acumulado, quando e como executá-lo, sem que para isso necessite cumprir com certas normativas de comportamento e imagem (uniforme ou gravata). O que sim podemos dizer é que você é livre para administrar o seu próprio trabalho. Mas lembre-se sempre que para poder realizar um bom trabalho à distância e atingir suas metas são necessárias umas quantas doses de disciplina e responsabilidade. Trabalhar desde casa não é sinônimo de viver ociosamente.
  • Compactação com outras responsabilidades: o trabalho não é a nossa única responsabilidade, independentemente de qual seja a situação. Há vezes que temos que fazer tarefas administrativas de qualquer tipo, o que pode nos levar a praticamente perder uma manhã. Outro exemplo, seria a atenção que você pode precisar dar aos seus filhos que estão doentes ou simplesmente de férias de verão. É uma ótima forma de compaginar nossas responsabilidades com um trabalho permissivo e flexível.
  • Comodidade: sem sombras de dúvidas não é necessário comentar que é muito mais cômodo trabalhar desde casa do que ir ao escritório. Não se faz necessário submeter-se às buzinas enlouquecidas e ao caos do tráfego de transporte, bem como apressar-se com recados e bilhetes antes de sair ou vestir aquele terno apertado. Sem falar também na possibilidade de poder aproveitar mais seu tempo com a família, desenvolvendo uma rotina de trabalho mais sustentável e feliz.
  • Saúde: se você aprecia os esportes, trabalhar home-office lhe acrescentará algo que as maratonistas jornadas de trabalho nos escritórios normalmente não permitem. Quando você organiza bem seu tempo, é muito provável que lucre dedicar aquela parte do dia em que você mais se identifica para realizar seu esporte preferido, melhorando desta maneira seu estado físico e inclusive mental. Outro fator que também poderíamos citar está relacionado com as boas dietas – geralmente em casa você costuma comer de forma mais saudável e pode dispensar aqueles cardápios prontos dos restaurantes.

Mas, por outro lado, há uma série de desvantagens que também devemos levar em conta na hora de implementar esta metodologia nos nossos negócios:

  • Equipamentos informáticos: trabalhar à distância requer que a pessoa que se encontre longe da sede empresarial disponha de tudo o que for necessário para poder desenvolver seu trabalho da maneira mais correta e eficiente possível, destacando também o contato com o resto da equipe. É de suma importância que o trabalhador possa contar com um bom equipamento informático e de uma manutenção constante do mesmo, a fim de evitar problemas com o desenvolvimento e cumprimento das tarefas profissionais.
  • Distância em casos de conflitos: em casos de conflitos, erros ou o que vulgarmente conhecemos como ‘mal entendidos’, o trabalhador que está cumprindo com suas funções desde casa estando mais próximo do perigo, ou seja, deve solucionar sozinho seus problemas, sejam esses da proporção que forem.
  • Pouca relação com o trabalho em equipe: trabalhar desde casa pode ampliar as distâncias nas relações com o trabalho em equipe. E não me refiro somente às relações formais que podem ser mantidas através do telefone ou computador, mas também das relações informais – essas conversações que são desenvolvidas na hora do café ou do almoço, que podem vir  a criar laços e vínculos identificativos dos seres humanos que caracterizam uma importante interação social.
  • Desconexão com o cenário corporativo: e o mesmo que ocorre com as relações entre as pessoas, igualmente acontece na realidade empresarial. As pequenas coisas que acontecem no dia-a-dia da empresa, das que todos comentam ou que todos deveriam ter conhecimento, caracteriza-se como algo remoto e distante para o profissional que trabalha desde casa. Fica mais difícil de absorver a cultura empreendedora e, portanto, mais difícil integrar a estrutura da empresa.

Existe, de fato, a opção de implementar este modelo de trabalho pois cada vez mais tem se destacado e conquistado um maior espaço no mercado. O importante, em qualquer caso, é conhecer as características de cada empresa ou atividade e analisar de forma crítica se vale a pena ou não embarcar nesta nova tendência corporativa. E lembre-se: o profissional do futuro já está trabalhando desde casa, elaborando seus projetos, respeitando sua auto-disciplina e seu sentido de orientação.

Foto: homebusinessmasterycollection.blogspot.com.es

2 Comments

  1. Raquel

    10 maio, 2012 at 8:48 am

    Paula é um artigo muito interessante, e é verdade que cada vez mais jovens profissionais que trabalham de casa, e se eles têm muita disciplina e seriedade pode otimizar o resultado, mas eu acho que quando você começar a trabalhar es bueno e experiência com mais parceiros. Também estimula o cuidado del aspecto, para sair de casa e socializar. Enfim, se é uma boa solução para trabalhar em casa. Uma saudação.

    Reply

  2. Paula

    10 maio, 2012 at 9:53 am

    Com certeza Raquel, como todas as formas de trabalho, o trabalho home-office também apresenta suas desvantagens e a mais acentuada é seguramente a parte do trabalho em equipe e o “socializar-se”. É sim um ótimo método para quem já tem um trabalho fixo e pretende aliar um novo projeto paralelo. Obrigada pelo feedback! Um abraço!

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Check Also

Startup Brasil

Que os olhos estrangeiros estão brilhando quando se fala de Brasil já não nos é novidade, …