Home Direito Alimentações da cesta básica

Alimentações da cesta básica

4 min read
0
Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Sócio-Econômicos
Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Sócio-Econômicos
Na contabilização da cesta básica devem estar inscritos todos os alimentos considerados básicos para que o ser-humano possa viver pelo menos um mês. Quando o governo diz que vai aumentar o preço da sexta básica, isso que dizer que a principal alimentação de determinada região vai sofrer aumento. Interessante notar que no Brasil a lista pode mudar conforme os Estados. Existem empresas que concedem cestas básicas aos trabalhadores. De acordo com a lista do DIESEE, os alimentos da cesta básica são: Manteiga, óleo, açúcar, banana, café, pão, tomate, batata, farinha, arroz, feijão, leite e carne.

Variações: Tradição e Região

Os alimentos podem variar de acordo com as regiões do país no sentido de seguir as tradições culturais. Por exemplo, na região Sul do Brasil é oferecido 6,6 kg de carne, ao passo que no Nordeste existe quantia inferior: 4,5 kg. Isso acontece por causa do clima, que na parte Sul possui níveis inferiores e por isso demanda de maior proteína e gordura.

Em contra partida, o Nordeste recebe o dobro de farinha de trigo do que no Sudeste. De certa forma, os pratos nordestinos levam maior quantidade de farinha. A região nordestina não contabiliza batatas na cesta básica, ao passo que no Sudeste são contabilizados seis quilos.

Itens Obrigatórios na Cesta Básica

Dentro de qualquer tipo de cesta básica no país deve existir a presença de carne e leite, visto que ambos são conhecidos por possuírem proteínas, nutrientes que trazem formação para os músculos, ao passo que o componente torna o corpo satisfeito para desempenhar as atividades no trabalho sem sentir forme.

Os grãos também representam alimentos que não devem ser colocados de fora das cestas básicas. Arroz, feijão e farinha de trigo representam alimentação elementar na dieta dos brasileiros, independente da região. Grande parte dos institutos de pesquisas aponta que os grãos são produtos naturais que não podem ficar de fora da dieta do ser-humano. São essenciais para distribuir carboidratos no organismo, considerados fontes de combustível ao corpo. Entre os legumes e frutas são necessários pelo menos: Seis quilos de batata, sete dúzias de banana e nove quilos de tomate.

Os produtos industrializados também precisam entrar na lista: 03 kg quilos de açúcar, 06 kg de pão, 800 gramas de manteiga e 900 ML de óleo. Eles possuem a função não somente de fornecer gordura para o corpo humano como também transportar vitaminas A, D, E, K no sentindo de proteger os órgãos vitais do organismo, principalmente com relação à perda elevada do calor.

Foto: oarroto-noticias.blogspot.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Check Also

Despedidos sem justa causa e combate ao trabalho infantil

A Convenção n. 158 da Organização Internacional do Trabalho afirma que um funcionário R…