Home Trabalho em redes sociais Blogs corporativos internos e externos

Blogs corporativos internos e externos

5 min read
0
Blogs corporativos são uma ferramenta muito importante hoje

Neste século ocorreu não só não Brasil como no mundo inteiro um grande boom de blogs corporativos. As empresas querem escapar do mundo formal para o informal através do papo nas mídias sociais do gênero. Contudo, outros aproveitam este ambiente virtual para fortificar a comunicação e a relação interna entre chefes e subordinados. Entenda a diferença entre blogs coorporativos internos e externos.

Com uma comunicação transparente a produtividade normalmente será alavancada.  Contudo, às vezes a internet pode ser cruel e alguns blogs não relacionados podem criticar a empresa de alguma forma tipicamente midiática. O mais seguro nestas horas é procurar sempre esclarecer os fatos para que a problemática não se prolifere e fuja do controle. Ressalta-se que alegações sem provas são passível de processos na justiça do mesmo modo que uma divulgação errada em revistas ou telejornais.

As corporações atualmente exploram dois tipos antagônicos de ambiente virtuais informativos, cada um possui suas próprias demandas e custos.

Blog Interno

Normalmente possui um maior gasto com mão-de-obra especializada para manutenção do layout e dos conteúdos informativos. Esta é uma das grandes formas para gerenciar projetos, enviando constantes relatórios internamente. Os recursos humanos também podem ser reforçados. Normalmente este espaço está presente dentro da intranet da própria empresa.

Neste sentido, a participação de conversas virtuais coorporativas acaba agregando um fator positivo para os funcionários mais participantes. Os chefes subentendem que eles estão sendo mais participativos. Empregadores odeiam que empregados não participem das atividades do itinerário, seja durante as tarefas ou no entretenimento corporativo.

Blog Externo

Existem diversas opções pagas e não pagas. Normalmente políticos, jornalistas ou outras figuras públicas, sejam elas celebridades ou personalidades, ou mesmo empresas de pequeno porte, todas procuram as opções mais baratas que por sinal são de mais fácil manuseio. Já as grandes marcas ou corporações acabam pagando por mais um endereço eletrônico para manter uma relação informal com os clientes a fim de descobrir os desejos dos mesmos.

O conteúdo fica disponível para qualquer internauta. Se a informação for de alta relevância pública ou acadêmica pode acabar virando fonte de notícias dos mais diversos sites ou blogs informativos espelhados na internet.

Relação com o público, reforço de marca, desenvolvimento de produtos, aprimoramento com o relacionamento midiático e gerenciamento de crises são as funções mais naturais dos ciberespaços abertos com caráter colaborativo dos capitais sociais.

Esta é uma tendência que tem tudo para aumentar uma vez que a internet esta sendo o canal que mais se prospera e renova, facilitando todas as ferramentas para que todos possuam suas opiniões, sugestões e ordens discutidas facilmente e instantaneamente.

Foto: ManoelNetto no Flickr 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Check Also

Despedidos sem justa causa e combate ao trabalho infantil

A Convenção n. 158 da Organização Internacional do Trabalho afirma que um funcionário R…