Home Formação Bolsa de estudos para os Estados Unidos 2012

Bolsa de estudos para os Estados Unidos 2012

4 min read
0
Acordo entre Fundação Lemann e MTE
Acordo entre Fundação Lemann e MTE

No dia 9/07, o MEC (Ministério da Educação e Cultura) fechou acordo com a Fundação Lemann para estimular a participação de brasileiros em universidades norte-americanas de ponta até o ano de 2015. Somente no ano de 2012 o Ministério da Educação deve enviar 12 mil estudantes para realizar cursos superiores no exterior.

De certa forma, o Programa Ciências Sem Fronteira objetiva dar bolsas de cursos superiores para brasileiros estudarem em universidades estrangeiras reconhecidas em nível mundial. As áreas estimuladas têm prioridades definidas pelo governo, normalmente ligadas aos preceitos sustentáveis, engenharias, economia e tecnologia.

Fundação Lemann

Jorge Paulo Lemann, presidente da Fundação Lemann, acredita que o programa será uma das grandes marcas ao desenvolvimento do Brasil. A instituição de caráter sem fins lucrativos tem por finalidade visa melhorar a qualidade da educação brasileira. Acordo feito com o MEC coloca a Fundação como órgão oficial de complemento das bolsas de estudos concedidas em âmbito Federal.

A CAPES lança com frequência algumas chamadas anuais, arcando com custos da ida e volta do estudante, além de pagar auxílios saúde por todo o período previsto no exterior.

Algumas universidades americanas de ponta que têm acordo com a Fundação Lemann:

  • Universidade de Harvard
  • Universidade de Yale
  • Universidade de Stanford
  • Universidade de Columbia
  • Universidade de Illinois
  • Universidade da Califórnia

Quem está interessado em ingressar na oportunidade deve se cadastrar no site oficial do MEC, acessando o link do Programa Ciências Sem Fronteira. Por fim, necessário aguardar os lançamentos dos editais oficiais.

Diogo Publio, bolsista da CAPES, ganhou prêmio de tecnologia em San Diego. O estudante da Universidade da Califórnia estava na primeira lista dos alunos que embarcaram no Programa Ciências sem Fronteiras.

O projeto está baseado em sistemas de aplicativo móvel feito para facilitar a rotina dos jovens da cidade americana. Programações culturais que trazem informações atualizadas sobre as imediações da localização do aparelho.

Bolsas na Grã-Bretanha

Até 2015 o governo almeja conceder 10 mil bolsas para brasileiros que querem estudar tecnologia no Reino Unido, plano que acontece por conta do Programa Ciências Sem Fronteira.

Na atualidade o Programa já levou 843 estudantes ao Reino Unido. Os acordos entre governo federal brasileiro e as organizações das universidades britânicas prevê seis mil bolsas para graduação e quatro mil aos interessados em cursar doutorado.

Dados gerais do Programa Ciências Sem Fronteiras

Com o programa Ciências em Fronteiras os governantes desejam conceder mais de cem mil bolsas de nível superior pra diversos países, até o ano de 2015, com dinheiro do tesouro federal e parceria com instituições acadêmicas da iniciativa privada.

Foto: cooperacion-unmsm.blogspot.com.es

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Check Also

Despedidos sem justa causa e combate ao trabalho infantil

A Convenção n. 158 da Organização Internacional do Trabalho afirma que um funcionário R…