Home Formação Como manter jovens talentos nas empresas

Como manter jovens talentos nas empresas

4 min read
0
Os jovens profissionais qualificados estão em alta demanda no mercado de trabalho

Como muitos sabem o mercado de trabalho está a cada momento mais competitivo. Na realidade sobram vagas, o que falta certamente são candidatos preparados. O Brasil cresce economicamente em cima de uma democratização tardia. Os prédios crescem e a alfabetização não acompanha nem de perto a globalização brasileira. O equilibro de força de trabalho preparada é desproporcional. Por isso, quando surgir um jovem talento em sua empresa, não perca tempo, faça o máximo possível para manter esta mão-de-obra qualitativa de extrema perspectiva futura. Conheça algumas dicas de como manter jovens talentos nas empresas.

O primeiro passo é detectar se realmente o jovem tem futuro na profissão. Às vezes o julgamento pode ser ofuscado por uma natural motivação de início de carreira. Normalmente se espera pelo menos seis meses para detectar a aptidão. Se a vontade aumentar junto com aumento de interesse junto aos temas relacionados com a empresa, certamente este empregado merece atenção especial. Normalmente deve-se esperar por algo inesperado realizado positivamente pelo jovem, conforme isso vá acontecendo estimule o profissional monetária ou academicamente, estes são os melhores reconhecimentos e estimulantes para permanência nos cargos.

Uma boa sugestão é contratar jovens aprendizes (maiores de 14 anos) de acordo com a rigidez da lei. Nestes casos o trabalhador-mirim possui diversos direitos como obrigatoriedade no investimento acadêmico, mínimo de um salário mínimo, CLT e férias escolares gozadas com férias trabalhistas. Seguir as regras legais é o único método de oficializar o ato. Lembrando que fora dos conformes os menores de 16-18 anos estão enquadrados no trabalho escravos, independente se o funcionário for parente do empregador.

A diretora da Lógica, Viviani Gaspari, responsável por administrar RH de diversas empresas latino-americanas, diz como a empresa multinacional trabalha para segurar seus talentos: “A Logica trabalha com objetivo de compreender os conhecimentos e valores de seus profissionais para traçar o plano de retenção. Caminhamos na direção dos nossos colaboradores. Temos sempre que reter talentos, entendendo o que cada um valoriza para sua carreira e não trabalhando em planos gerais”.

É nítido que cada dia mais os grandes empreendimentos trabalham diversas técnicas para reter seus jovens promissores. Fique atento e veja quanto o mercado paga, ofereça sempre um pouco a mais. Em caso do jovem querer se demitir, investigue, entenda o porquê, faça uma contraproposta salarial. Mais vale um funcionário promissor e feliz do que cinco meio-preparados.  De fato, quanto mais benefícios oferecidos mais chances existem de fixar raízes. Entenda o que os jovens valorizam e conquiste de vez os mesmos.

Foto: 姒儿喵喵 no Flickr

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Check Also

Despedidos sem justa causa e combate ao trabalho infantil

A Convenção n. 158 da Organização Internacional do Trabalho afirma que um funcionário R…