Home Formação Como me Preparo para o Mercado de Trabalho?

Como me Preparo para o Mercado de Trabalho?

4 min read
0
Como Preparar-se para o Mercado de Trabalho

Não é segredo que a vida profissional exige cada vez mais de quem deseja conseguir um lugar ao sol, e essa exigência começa desde os tempos de Ensino Superior, quando as empresas esperam que os jovens saiam com o máximo de qualificação possível.

A área de Comunicação é um exemplo dessa cobrança: por estar fortemente vinculada com a tecnologia e vanguarda, precisa de profissionais atualizados constantemente. Porém, muitos são os jovens que não fazem ideia do quê deve ser melhorado ou desenvolvido nas suas competências.

Para ajudar, seguem algumas dicas daquilo que faz a diferença, tanto no currículo como na vida profissional:

LEIA: é uma dica extremamente básica, mas são poucos os estudantes que a seguem. Leia jornais, revistas e livros, tanto para o lazer como para aprimoramento profissional. Além de melhorar o raciocínio crítico e verbalização, a leitura te deixa mais atualizado sobre o que está acontecendo no mundo, o que certamente pode te ajudar em algum momento da vida profissional.

Capriche nos idiomas: já passou o tempo em que ter um curso de inglês no currículo fazia brilhar os olhos do recrutador durante a entrevista de seleção. Atualmente, além de um domínio no mínimo avançado na língua, o aprendizado de um segundo ou terceiro idioma está se tornando requisito cada vez mais comum.

Explore todas as possibilidades: tanto no tempo de estudo como durante a vida profissional. Sabe aquela oficina experimental da faculdade criada especialmente para o seu curso? Por que não dar uma passada por lá e participar? Mesmo que não seja possível estar 100% presente, você sempre absorve algum tipo de conhecimento.

Ficou sabendo de uma palestra super legal e que ainda por cima é gratuita? O que é que você está fazendo da vida que não vai assistir?! Procure se manter o mais informado possível sobre o que acontece na sua profissão e se esforce para estar presente no maior número de atividades possível. Acredite: esse tipo de conhecimento é bem valioso.

Procure trabalho e não emprego. Explico: sabe aquele jornal universitário ou o projeto super bacana, porém não remunerado, da outra turma? Arranque um tempo de algum lugar e participe. Essas experiências acabam incutindo uma noção de prazo e responsabilidade que é muito apreciada no mercado de trabalho, além de servir como portfólio quando for buscar um, aí sim, emprego.

Estou formado, e agora?

Foto: Fancy no Corbis

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Check Also

Quer se tornar um trabalhador temporário?

Mesmo que adotado por um número pequeno de pessoas no Brasil, o trabalho temporário é uma …