Home Profissões Como ser taxista em Minas Gerais?

Como ser taxista em Minas Gerais?

4 min read
4
Confira informações para ser taxista em Minas Gerais
Confira informações para ser taxista em Minas Gerais

Embora muitas pessoas apontem que o mercado para taxista no Estado está entre os piores da região Sudeste, quem faz um planejamento depois de análise cuidadosa pode facilmente ficar rico exercendo a profissão em solos mineiros. Interessante notar que muitos condutores de aluguel estão interessados em transferir o alvará para novos motoristas. Quem está procurando alguma parte do país para brilhar na profissão pode se destacar na região. Confira informações necessárias para ser taxista em Minas Gerais.

Os taxistas em Minas Gerais, assim como nos outros estados da federação, precisam seguir exigências vigentes nas leis estaduais que ditam as regras sobre como atuar com este tipo de profissão. Segundo a Lei 12.468/2011 a atividade profissional somente pode ser exercida por quem seguir os requisitos escritos no texto oficial.

Condições para ser taxista em Minas Gerais

  • CNH para condução de veículos automotor concedida em âmbito federal.
  • Veiculo com as mesmas características exigidas pelas autoridades
  • Cursos: Direção defensiva, relações humana, primeiros socorros, mecânica e elétrica nível básico focado para automóveis.
  • Carteira de Trabalho e Previdência Social para taxistas empregados em regime celetista.
  • Certificado que reconhece a licença para exercer a atividade. Emitido pelos órgãos da localidade na qual será exercido o itinerário.
  • Inscrição de segurado no INSS (Instituto Nacional da Seguridade Social) para todos os tipos: Taxista autônomo, auxiliar ou locatário.

Deveres do taxista: Obedecer a Lei 9.503/1997 sobre o CTB (Código de Trânsito Brasileiro), manter em dia a documentação, condições de higiene, funcionamento do veículo; traje de acordo com a função exercida, atendimentos com polidez e presteza. O taxímetro é tido como obrigatório em regiões municipais com população superior a 50 mil habitantes.

Somente é permitido o uso de duas bandeiras. A segunda deve cobrar preço 30% superior. O preço normal no Estado está na faixa dos R$ 3,40.

Transferência da licença

Em caso de morte, doença, aposentadoria ou invalidez a permissão para atuar como taxista pode ser transferida para algum membro da família. Quem normatiza as condições para ser taxista em Belo Horizonte é a BHTRANS, local que deve ser visitado por quem deseja transferir a titulação do título.

Interessados não precisam estar vinculados aos sindicatos da categoria. Sindicalizados contam com vantagens, principalmente na escolha do melhor ponto. A cidade possui quase seis mil táxis. Na última licitação pública ocorrida em 1995 foram disponibilizadas 437 licenças.

Confira maiores informações no site do Governo de Minas Gerais.

Foto: renataaspra.blogspot.com.es

4 Comments

  1. leandro henrique

    4 outubro, 2014 at 11:32 am

    Gostaria de exercer a atividade de motorista de taxi, so que tenho algumas duvidas, qual seria o primeiro procedimento a fazer e como proceder. se puder ajudar grato. que Deus abençoe.

    Reply

  2. quero fazer o curso para taxista

    8 dezembro, 2014 at 9:03 am

    favor enviar data do curso e horario e valores.

    Reply

  3. REINALDO JOSE RAMOS DE OLIVEIRA

    8 dezembro, 2014 at 9:05 am

    AGUARDO RESPOSTA

    Reply

  4. adenilson moreira duraes

    9 dezembro, 2014 at 5:17 pm

    qualquer seviso

    Reply

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Check Also

Despedidos sem justa causa e combate ao trabalho infantil

A Convenção n. 158 da Organização Internacional do Trabalho afirma que um funcionário R…