Home Dicas para o trabalhador Dicas para Escrever Carta de Motivação para o Chefe no Trabalho

Dicas para Escrever Carta de Motivação para o Chefe no Trabalho

5 min read
0
Aprenda a escrever uma Carta de Motivação para o chefe no trabalho

Muitas vezes funcionários desejam algo mais do que está sendo oferecido no conjunto da renumeração. Sendo que de fato, alguns trabalhadores merecer certas regalias justamente pelo seu desempenho profissional qualificado. Algumas vezes não existe muito tempo ou confiança para conversar sérias sobre assunto. Porém, diante paradigmas deste tipo uma grande forma de se proceder é escrevendo epístolas de motivação. Esta representa ótima oportunidade de mostrar que os profissionais levam completamente a sérios o trabalho que está sendo exercido. Confira algumas dicas para escrever Cartas de Motivação para o Chefe no Trabalho.

Persuasão de forma culta!

A grande missão desta carta é persuadir o empregador, fazendo o mesmo crer que os pedidos de certa forma devem contribuir positivamente com a produção em curto, médio ou longo prazo. Aumento de salário, diminuição / aumento da jornada de trabalho, auxilio para estudar, afastamento por motivos pessoais ou sob ordem médica e mudança no posto de trabalho – todos estes motivos ideias para elaborar cartas motivacionais. 

Procure elaborar breves discrições que não ultrapassem 200 palavras. Na prática, tente ser o mais objetivo possível. Faça uma pequena apresentação de forma formal, diga o tipo de solicitação desejada e explique as reais motivações para a mesma. Quanto mais profissional for à abordagem entre funcionários e chefes, maior será a chances dos pedidos razoáveis sejam acatados, desde que bem explicados e evidenciados.

É sempre mais indicado entregar a carta redigida com o próprio punho. Se tiver alguma dificuldade, escreva primeiro no Microsoft Word, revisa com bastante cuidado o conteúdo, para depois transcrever no papel e colocar em um envelope.

Formalidade e dificuldades com escrita!

Todas as formais impessoais de tratamento que existem durante o cotidiano dentro ou fora do trabalho devem ser esquecidas, assim como os verbos ou condicionais com forma passiva. Lembre-se que para serem levadas seriamente as cartas devem ser elaboradas de maneira formal, pois mais informal que seja a relação de trabalho nos setores produtivos.

Muitos podem achar que este é um exercício difícil, porém, na realidade existe maior problema de falta de prática do que com falta de conhecimentos de língua portuguesa. Qualquer modelo pode ser encontrado na internet, porém, procure personalizar pelo menos de forma mínima, deixando os traços naturais da sua escrita também fluir entre os jargões utilizados.

Organize as ideias com calma. Lembre-se de ser o mais objetivo possível. Caso os empregadores precisem de maiores explicações certamente às mesmas podem ser transmitidas em uma conversa sobre o desejo do funcionário.

Leia mais

Como fazer uma boa redação
Como escrever uma carta solicitando folga
Como escrever uma carta opinativa para chefes no trabalho
Dicas para escrever uma carta de despedida aos colegas de trabalho

Foto: ufmtinternacional.ning.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Check Also

Despedidos sem justa causa e combate ao trabalho infantil

A Convenção n. 158 da Organização Internacional do Trabalho afirma que um funcionário R…