Home Dicas para o trabalhador Empresas estão mais tolerantes com o estilo de se vestir dos funcionários

Empresas estão mais tolerantes com o estilo de se vestir dos funcionários

4 min read
0
Empresas aceitam a moda dos funcionários

No mundo globalizado existem diversas apreciações antagônicas. Ao caminhar nos grandes centros das metrópoles percebe-se diversos estilos de combinações nos vestuários. A maioria não trabalha com moda, arte ou atividades afins.  São trabalhadores de grandes empresas ou centros comerciais, onde roupas clássicas e formais “teoricamente” seriam vestimenta mais comum.

Entretanto, muitos trabalhadores de ambos os sexos fogem dos ternos clássicos pretos ou de outras tonalidades escuras para apostar em cores vivas, com cortes mais estilosos. De fato, empresas estão mais pacientes quanto ao traje de seus funcionários.

Trajar bermudas e chinelos em escritórios jamais pode acontecer. Entretanto, cortes modernos de cabelo, brincos, maquiagem, enfim, diversas condutas que antigamente poderiam gerar demissões hoje em dia passam despercebidas pelos empregadores.

Principalmente quando força de trabalho desempenha qualificadamente atividades no itinerário. Atualmente, melhora na produção possui mais importância do que roupas trajadas por empregados. Democracia do séc. XXI também afeta a moda.

Extremo:

Muitas pessoas tingem o cabelo com cores bastante vivas, ou usam tatuagens coloridas em partes do corpo muito expostas. Cargos onde pessoas não precisam lidar com clientes pessoalmente, como contabilidade e telemarketing, realmente possuem maior tendência em liberar neste aspecto. Porém, trabalhos onde o relacionamento com o cliente precisa ser feito pessoalmente ainda exigem uma maior atenção com a aparência.

Processo seletivo:

Vale ressaltar que esta tolerância ocorre somente com o quadro de funcionários. Entrevistas de emprego ainda necessitam de total atenção por parte do candidato quanto aos trajes. Fique atento, pois neste momento, todos os detalhes são analisados pelos selecionadores de vaga, onde aparência ainda possui extrema consideração.

Procure demonstrar seu autêntico estilo depois de ganhar a confiança dos superiores, mas procure não ultrapassar limites para determinados ambientes. Informe-se sobre as normas corporativas, observe as roupas trajadas por colegas de equipe e encontre a melhor combinação que preencha seu estilo e não fuja do padrão de seu local de trabalho.

Na dúvida, procure tendência para trajes formais com cores escuras. Evite colocar brincos chamativos ou peircing em parte aparentes do corpo. Perfumes fortes também devem ser evitados, pois seu cheiro pode chamar mais a atenção dos entrevistadores do que suas próprias qualidades.

Diversidade:

Especialistas em RH indicam que no futuro existe grande tendência deste aspecto ficar ainda mais aceitável nas empresas. Entretanto, sempre existirá alguma espécie de limite ético. Encontrar ponto de equilíbrio entre gosto pessoal e necessidade profissional acaba sendo outro grande desafio para trabalhadores contemporâneos. Ocasiões antagônicas demandam figurinos especiais. Todo legítimo segredo da moda gerada está inserido na personalidade de quem o traja.

Foto: AdaSummer

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Check Also

Despedidos sem justa causa e combate ao trabalho infantil

A Convenção n. 158 da Organização Internacional do Trabalho afirma que um funcionário R…