Home Entrevista de emprego Entrevista de emprego: modelos

Entrevista de emprego: modelos

4 min read
0
Modelos de entrevista de emprego
Modelos de entrevista de emprego
Os candidatos também podem ser solicitados a fornecer uma apresentação como parte do processo de seleção. A “Plataforma Test” representa método de envolver o candidato a se apresentar para seleção do painel e outros candidatos para o mesmo trabalho. Pode ser estressante e por isso é útil como um indicador de como o candidato irá realizar circunstâncias semelhantes no trabalho. Processos de seleção em centros acadêmicos, formação de companhias aéreas, meios jurídicos e ensinos, envolvem apresentações desse tipo. Uma maneira de pensar sobre o processo de entrevista está em três fases:

  1. Primeiro contato entre selecionador de vaga e entrevistado;
  2. Condução da entrevista;
  3. Análise dos juízos de qualificações dos candidatos e tomadas finais de decisões.

A primeira fase engloba a informação disponível para o entrevistador de antemão (por exemplo, currículos, resultados de testes, informações de site de rede social) e as percepções dos entrevistadores na forma sobre os candidatos a partir da informação antes da interação face-a-face real entre os dois indivíduos. Nesta fase, surgem ideias sobre as características que tornam uma pessoa ideal ou qualificada para a posição.

Os entrevistadores também têm informações na forma de currículo, resultados dos testes ou contatos prévios com o requerente. Desta forma, os recrutadores normalmente possuem certo tipo de impressão antes da entrevista real e interação face-to-face.

Hoje em dia, com os recentes avanços tecnológicos, devemos estar conscientes de que os entrevistadores têm quantidade ainda maior de informações sobre candidatos. Por exemplo, selecionadores podem obter informações a partir de motores de busca (ex. Google, Bing, Yahoo), blogs e redes sociais (por exemplo, mesmo Linkedin, Facebook, Twitter). Embora algumas destas informações possam estar relacionadas com o trabalho, a maioria pode não ter relação com desempenho profissional e ao mesmo tempo influenciar na decisão.

Apesar da relevância, qualquer informação que entrevistadores obtêm sobre os candidatos antes da entrevista é susceptível de influenciar a impressão do candidato.

A fase de entrevista implica na conduta real da interação entre o entrevistador e candidato. Impressões iniciais sobre o candidato antes da entrevista pode influenciar na quantidade de tempo gasto com requerentes.

Como as entrevistas são normalmente conduzidas face-a-face, por telefone, ou via meio de vídeo conferência, também representam interação social entre pelo menos dois indivíduos. Assim, o comportamento do entrevistador durante a entrevista muda conforme os “vazamentos” de informações prováveis do entrevistado.

Após a condução da entrevista, o entrevistador deve formar uma avaliação das qualificações do entrevistado para a posição. Ele leva em consideração todas as informações obtidas antes, durante e depois.

Foto: articlesdebut.blogspot.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Check Also

Despedidos sem justa causa e combate ao trabalho infantil

A Convenção n. 158 da Organização Internacional do Trabalho afirma que um funcionário R…