Home Profissões Financiamento Agrícola no Brasil

Financiamento Agrícola no Brasil

4 min read
0
Recursos para trabalhadores agrícolas em 2012
Recursos para trabalhadores agrícolas em 2012
Em 2012, o financiamento rural agrícola deve terá recorde nos recursos. Somente o PAP do PAC2 deve disponibilizar mais de R$ 115 bilhões de crédito às atividades relacionadas com agricultura. O poder executivo brasileiro afirmou que grande parte da quantia está disponível para ajudar produtores no crescimento das produções de rebanhos, lavouras, compra de produtos ou equipamentos.

Em cada ano que passa, as linhas de créditos se tornam mais acessíveis. Em 2012, a juros à amortização da dívida está em 5,5% ao ano, diminuição maior que um ponto percentual, se levado em consideração o juro cobrado no ano de 2011: 6,5% anual.

Produtores que recebem até oitocentos mil reais ao ano podem ser beneficiados com financiamentos que levam em consideração os custos produtivos. Neste tipo de produção, os governantes reduziram os juros para 5% ao ano, sendo que os valores podem diminuir de forma considerável caso o plano, que adota medidas sustentáveis, seja apresentado e cumprido.

De 2012 para frente, os produtores podem solicitar seguro no qual é pago até R$ 300 mil por danificações da safra. De certa forma, a iniciativa provoca maior segurança para quem vive diretamente dos grandes plantios, visto que a agricultura engloba riscos naturais imprevisíveis, como chuvas em excesso ou período longos de secas.

A mudança no cenário do ruralismo está na histórica queda dos juros e alto volume dos créditos, além da segurança ampliada ao patrimônio dos produtores. As políticas das comercializações também são consideradas novidades positivas segundo grande parte dos críticos da imprensa especializada, principalmente porque o dinheiro deve chegar aos pequenos produtores, rompendo com o paradigma burocratizado de anos anteriores. A medida auxilia ainda no aumento do salário da classe média ruralista. Resta saber se a verba reservada não vai ser desviada pelo caminho.

Segundo palavras da senadora Kátia Abreu, a meta governamental está em atingir pelo menos cinquenta por centro das áreas agrícolas produtivas no Brasil. Antes da medida, o setor jamais havia contado com as espécies de seguros que estão sendo oferecidas na atualidade.

O Brasil está entre as quatro primeiras nações com maiores regiões agropecuárias em todo o globo terrestre. Porém, o grande problema é que o seguro encontra na atualidade está na falta de informação dos produtores.

Amazonas Ruralista

No meio das discussões sobre a validade do código ambiental e todas as prerrogativas que não deixaram felizes ecologistas e ruralista, o governador do Amazonas não perdeu tempo ao anunciar o Plano Amazonas Rural. O desejo do Governo Federal está em tornar a região do amazonas potente na geração de alimentos e produtos agroflorestais.

Foto: agrojornal-agrojornal.blogspot.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Check Also

Despedidos sem justa causa e combate ao trabalho infantil

A Convenção n. 158 da Organização Internacional do Trabalho afirma que um funcionário R…