Home Mercado de trabalho Menos concorrência para trabalhos oferecidos no final de ano

Menos concorrência para trabalhos oferecidos no final de ano

4 min read
0
Oportunidades de emprego no final de ano

Final de ano simboliza época de festas para quem está empregado. Entretanto, existem desempregados que perdem oportunidades únicas de encontrar emprego, pois preferem “viajar” no final de ano. Melhor para quem demonstra persistência e não desiste da busca incansável por ocupação profissional, mesmo agregando revés o ano inteiro em buscas incessantes. Ser brasileiro é não desistir jamais!
Especialistas dizem que esta é a melhor época para encontrar emprego. Indústria e comércio estão com alta demanda de empregados para produzir e vender, enquanto que setores administrativos fecham equipes para começar a temporada qualificadamente. De fato, há menos concorrência para vagas de trabalhos oferecidas no final e início de ano.

O Centro de Apoio e Trabalho de São Paulo oferece 9.000 vagas de empregos em cidades espalhadas em todo estado. Entretanto as cadeiras dos saguões de espera permanecem com lugares mais vazios do que cheios. Grande disponibilidade principalmente para dois setores: Construção Civil e Serviços Domésticos.  Também há cargos para nível superior, como Analista Financeiro, onde salários podem chegar a R$ 5 mil mensais.

Empresas necessitam de trabalhadores neste exato momento. Sem concorrência para assumir postos fica mais fácil começar o ano empregado. Na prática, até mesmo as tenebrosas filas estão extintas, nem parece que este Centro de Trabalho está localizado na região mais habitada e que mais produz em todo país.

Trabalho Temporário:

Segundo a Associação Brasileira do Trabalho Temporário – ASSERTEM – nos últimos meses do ano foram criadas 147 mil vagas em todo país, sendo que 45 mil surgiram somente no estado de São Paulo. Trabalhadores temporários também gozam de direitos trabalhistas (menos aviso prévio), inclusive devem pagar impostos e declarar para justiça o cachê recebido.

Vale ressaltar que grande parte destes novos empregos ainda não está preenchida, sendo que janeiro normalmente representa mês de balanço e certamente esta demanda vai congelar ligeiramente.

Faltam vendedores: Cargo que está bastante ofertado no mercado de trabalho no país inteiro. Entre janeiro e outubro do ano passado foram criados aproximados 2.241.000 de empregos com carteira assinada. Grande parte destas vagas foi para cargos no comercio, principalmente em setores de vendas.

Com o consumo brasileiro estimulado para fomentar a economia e garantir a geração de emprego, esta demanda para 2013 certamente aparenta continuar nas alturas. Trabalho de vendedor remota das épocas da antiguidade, mesmo assim este itinerário não sai de moda e tem tudo para ser uma das grandes profissões do futuro.

Foto: BeauLark

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Check Also

Despedidos sem justa causa e combate ao trabalho infantil

A Convenção n. 158 da Organização Internacional do Trabalho afirma que um funcionário R…