Home Dicas para o trabalhador Quando sair do emprego?

Quando sair do emprego?

4 min read
0
Dicas para sair do emprego
Dicas para sair do emprego
Como passamos a maior parte do dia no trabalho, que normalmente costuma ser bem exigente e cheio de pressões, momentos de tensão e estresse são mais comuns na vida corporativa: muitas, muitas vezes desejamos pedir demissão no ato, pegar nossas coisas, limpar a mesa de qualquer vestígio da nossa presença e ir embora sem olhar para trás.

Na maioria do caso, esses momentos são apenas fases, passam e conseguimos apreciar o trabalho com olhos mais generosos: pensamos nas relações construídas, nas vitórias conquistadas, na estabilidade que o tempo nos confere e pensamos que a empresa ainda tem, sim, muito a nos ensinar.

Mas e quando não temos certeza de que o desconforto que sentimos com relação ao trabalho é insatisfação passageira ou um desejo real de mudança de ares? A conclusão final só você pode tirar, mas indicamos algumas características que geralmente apontam para a necessidade de se procurar outro emprego:

  • Desinteresse: tarefas que antes te animavam e lhe motivavam a dar o melhor agora não passam de procedimentos corriqueiros. Quando ouve notícias sobre possíveis mudanças de gestão na organização, sua reação inicial é desprezá-las por acreditar que nada conseguirá mudar o estado atual do modo como as coisas são feitas (que, aliás, você não concorda plenamente).
  • Pessimismo: ao ser informado de qualquer ação que saia um pouco do padrão normalmente executado, já adota uma atitude negativa, achando a ideia absurdamente precipitada e fadada ao fracasso antes mesmo de começar a ser posta em prática. Para você as coisas já estão ruins e só podem piorar.
  • Perda de prazer ao trabalhar: se acordar para o trabalho é um esforço sobre-humano, as tarefas são chatas ou repetitivas e a noite de domingo para segunda é um verdadeiro suplício, é bastante provável que você tenha perdido ao menos grande parte da alegria e disposição que a sua atividade lhe proporcionava.
  • Sensação de desperdício de tempo: e o sinal mais característico da vontade de trocar de emprego é quando você começa a questionar as escolhas que fez atualmente. Pensar sobre como o tempo é curto e avaliar, de forma crítica e sem suavizações, o seu real estado de espírito sobre o trabalho que você está executando, vira uma atividade quase que diária. E o resultado nunca é satisfatório.

Se enquadrou na maior parte dessas características? Avalie seu atual trabalho de forma séria, internalize completamente o desejo de mudar e comece a tomar medidas para fazer uma transição tranquila e segura de emprego.

Foto: volunteerjobclubvoltin.wordpress.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Check Also

Quer se tornar um trabalhador temporário?

Mesmo que adotado por um número pequeno de pessoas no Brasil, o trabalho temporário é uma …