Home Dicas para o trabalhador Quero mudar de Emprego, por onde começar? Mudar a Carreira!

Quero mudar de Emprego, por onde começar? Mudar a Carreira!

4 min read
0
Quero mudar de Emprego

Mudança de Emprego. por onde começar? Com o crescimento educacional pelo qual o Brasil está passando, aliando a expansão de instituições de ensino e um maior número de estudantes graduados com o aumento da espectativa de vida do brasileiro, é cada vez mais comum que uma pessoa exerça mais de uma profissão ao longo da vida.

Apesar desse movimento ser bastante natural, muitos são os profissionais que, ao perceberem que não se sentem mais felizes no seu emprego habitual, continuam nele por medo de não conseguirem se recolocar no mercado de trabalho, por dificilmente manter o mesmo padrão de vida ou por pura e simples insegurança. Mudar de Carreira

Mas, é sempre válido lembrar, principalmente na época em que vivemos, onde um emprego é um fator que ganha cada vez mais peso, que passa-se a maior parte da nossa vida exercendo alguma ocupação e que, se não estiver feliz naquilo que faz, o risco de se jogar a vida fora por algo que não valeu a pena mostra-se alto demais.

Então, caso você esteja com uma ideia parecida na cabeça, veja se as dicas abaixo podem te ajudar:

O que eu quero realmente é mudar de profissão? Muitas vezes, o problema pode ser a área em que você se encontra, principalmente nos dias de hoje, onde o rumo profissional é muito mais elástico do que anteriormente.

Prepare-se: O primeiro aspecto que necessita é de atenção ao financeiro, pois além da previsível queda de piso, já que você começará como iniciante, existem também os custos extras, como mensalidade, livros, transporte etc. Por mais difícil ou demorado que a tarefa de economizar possa parecer, pense que você está investindo no seu futuro e qualidade de vida.

Aproveite todas as oportunidades: se a instituição de ensino em que você estuda possui alguma oficina ou grupo relacionado com a sua profissão, faça o impossível para conseguir participar. Assim, você começa a adquirir uma noção de como será a sua rotina profissional e a atividade conta como um ponto positivo no currículo, o que sempre é um diferencial quando se é recém- formado.

Lembra do network? Essa é uma boa chance de exercitá-lo constantemente e não apenas quando se precisa de ajuda para uma recolocação. Dá trabalho e exige dedicação, mas sempre vale a pena manter essa rede de contatos.

Mudar de profissão exige sair da zona de conforto e estar disposto a “dar a cara a tapa” em muitas ocasiões, mas, fazendo essa transição de maneira organizada e com a certeza de que é isso o que se deseja no momento atual da vida, não há como se arrepender.

Acompanhe vagas de emprego clicando aqui.

Foto: JackStar no Corbis

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Check Also

Quer se tornar um trabalhador temporário?

Mesmo que adotado por um número pequeno de pessoas no Brasil, o trabalho temporário é uma …