Home Salário do trabalhador Salário de Trabalhadores Técnicos no Brasil

Salário de Trabalhadores Técnicos no Brasil

6 min read
0
Empregos para Técnicos estão em alta

O mundo inteiro está em busca de profissionais níveis técnico, sejam estes com ensino médio ou superior. No mercado de trabalho, profissão com alta demanda possui renumeração superior da oferecida em outros itinerários convencionais. Na prática, quase 80% deste perfil profissional já sai empregado quando termina seus cursos.

Simboliza o grande caminho para jovens que sofrem veementemente com desemprego provindo da crise economia mundial. Conheça alguns dados relacionados com salários de trabalhadores técnicos no Brasil. Os mesmos são estimados segundo estudo realizado pelo SENAI (Serviço Nacional de Aprendizagem Nacional), dados do CAGED e da Câmara Brasileira da Indústria da Construção.

  • Áreas técnicas em potencial no país: Mecânica, construção civil, petróleo, gás, alimentos / bebidas, máquinas industriais, operador de máquina e automobilísticos.
  • Jovem aprendiz estagiário: Classe mais buscada pelos empreendimentos de grande porte. É essencial para agregar equipes jovens capacitadas totalmente dispostas a adaptação das normas da empresa.

Adolescentes com 14 anos podem seguir em qualquer curso técnico altamente demandado e assinar rapidamente algum estágio renumerado. As bolsas-auxílio podem chegar a R$800. Nada mal para quem está apenas começando na carreira profissional.

  • Jovem aprendiz efetivado: Mesmo sendo menor de 18 anos, qualquer aluno formado nos cursos técnicos pode ser contratado efetivamente, recebendo salário de aproximados R$ 1.400.
  • Engenheiro formado: Renumeração média inicial aproximada de R$ 6 mil. Quem ambiciona entrar nesta área deve fazer curso técnico antes de partir para centros acadêmicos. Neste sentido, certamente estará preparado para receber salários altos logo nos primeiros anos como profissional graduado e reconhecido na área.
  • Diretores: Recebem aproximadamente R$10 mil na média geral. Possuem exime experiência e conhecimento de campo das áreas mais demandas no país. Por isso são extremamente importantes à qualidade técnica da força de trabalho brasileira. Sendo imprescindível curso pós-graduação para atuar com reconhecimento tanto dos empreendedores como no campo acadêmico.

Confira o que faz um Técnico em Segurança do Trabalho clicando aqui.

Algumas divisões regionais em âmbito estadual!

– Pernambuco
Técnico de Construção Civil: R$2.920 de salário inicial.

– Rondônia
Técnico em Construção Civil: R$ 2.819, valor do salário de início.

– Mato Grosso do Sul
Devido a Copa do Mundo, Cuiabá contratou quase 130 mil trabalhadores, sendo que são estimados 15 mil novos postos até o final do ano. Renumerações chegam até R$2.500.

Vale ressaltar que pedreiros e carpinteiros acompanham esta alta geração de emprego. O valor conquistado mensamente pode chegar até R$ 1.500, valor bruto. Servente, eletricista e mestre de obras estão sendo contratados com frequência.

– Distrito Federal
Diretor de Operação de Obras: Até R$ 27 mil. Alta demanda por construções para poucos trabalhadores disponíveis qualificados. Quem possui currículo e experiência encontra na capital do país ótima oportunidade de conquistar altos valores financeiros.

– São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais!
Diretor de Operações de obras: Média de 15 mil. Três regiões onde oferta e demanda de trabalho se compartilham com maior qualidade em todo território nacional. Destacando a região mineira, fortemente impulsionada pelo setor da indústria de transformação.

– Bahia
Todos os setores da indústria extrativista estão em constante expansão, destacadamente o mineral. Engenheiros de minas ganham R$ 12 mil em média, sendo que técnicos nesta área conseguem salários de até R$ 4 mil – maior quantia oferecida em toda federação.

Leia mais
Reduz desigualdade entre trabalhadores brasileiros.

Foto: HillStreets no Corbis

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Check Also

Despedidos sem justa causa e combate ao trabalho infantil

A Convenção n. 158 da Organização Internacional do Trabalho afirma que um funcionário R…