Home Formação Sem medo do inglês

Sem medo do inglês

5 min read
0
Aprenda Inglês
Aprenda Inglês
Por mais que se estude, muitas pessoas tremem só de pensar em falar inglês com um nativo da língua. Os motivos são vários: medo, insegurança ou até vergonha de falar uma frase mal estruturada ou com a pronúncia incorreta.

O desenvolvimento de outro idioma acontece bem além da sala de aula, que dá apenas a base inicial de aprendizado: é através de experiências que façam parte do dia a dia que vamos sedimentando nossa fluência e tendo mais segurança da nossa capacidade de nos comunicarmos em outra língua.

E como adquirir mais segurança? Algumas atividades simples e que todos podem praticar nos ajudam a conquistar mais confiança em nós mesmos e a perder e o frio na barriga que o inglês causava anteriormente. São elas:

Filmes: como a indústria de cinema americano é a maior do mundo, o que não irá faltar são películas que te agradem nesse idioma. Um bom modo de começar é assistir seus filmes preferidos com áudio e legenda em inglês.

Assim, você pode acostumar seu ouvido ao som das palavras, conferir a gramática e aprender expressões cotidianas utilizadas no país.

Desenhos: funcionam de maneira parecida com os filmes, só que nesse caso você pode ir mais além e assisti-los sem legenda: como é um produto feito para crianças, as falas são normalmente pausadas e os diálogos utilizam palavras e expressões de fácil entendimento.

Use a internet a seu favor: explore o lado bom da internet: existem vários sites com conteúdo produzido para quem deseja aprimorar sua habilidade nesse idioma. Faça uma busca, escolha os que mais gostar e visite-os regularmente, fazendo o download de vídeos, podcasts e matérias disponibilizados e estudando-os durante os dias.

Invista nas músicas: você pode escolher o ritmo que mais te agradar, mas quando for ouvir a música para captar todo o seu significado, prefira canções lentas e sem muitas gírias. E não tenha vergonha de consultar a versão escrita e ir acompanhando durante a música. Aprender a cantar corretamente uma letra que gostamos é um ótimo incentivo para continuar!

Leitura: aqui vale a mesma dica dos desenhos. Comece com historias pequenas e contos de fada destinados a crianças, que são de fácil leitura e possuem um glossário para as palavras mais complicadas que forem apresentadas.

Quanto maior o tempo de leitura, maior o seu progresso e desenvolvimento tanto na fala como na escrita. E logo você poderá ler os best-sellers em seu idioma nativo.

Escrita: com certeza a parte menos utilizada fora da sala de aula. Que tal começar com um pequeno diário, anotando em tópicos o que você irá fazer durante o dia? Assim, você vai aprimora a sua escrita e em pouco tempo será capaz de aplicar de forma prática tudo o que aprendeu, desenvolvendo textos mais longos e bem trabalhados. E não se esqueça de ter sempre à mão o bom e velho dicionário.

Foto: ninaprosa.blogspot.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Check Also

Quer se tornar um trabalhador temporário?

Mesmo que adotado por um número pequeno de pessoas no Brasil, o trabalho temporário é uma …