Home Mercado de trabalho Trabalho em pequenas e médias empresas

Trabalho em pequenas e médias empresas

4 min read
0
Reunião SEBRAE, Agência de Apoio ao Empreendedor e Pequeno Empresário

A SEBRAE (Agência de Apoio ao Empreendedor e Pequeno Empresário) diz que a cada dez empresas dentro do país, nove possuem renda anual de mais de $2 milhões. Dentro delas existem quase 60% de todo o emprego formal de carteira assinada dentro do país. O valor das MPMEs (micro, pequenas e médias empresas) para o PIB nacional é inestimável. Já para o trabalhador brasileiro existem vantagens e desvantagens em trabalhar em MPMEs.

Uma vantagem bastante comentada pelos especialistas é o ambiente de trabalho lado a lado com o chefe. Os esforços dos funcionários são muito mais fáceis de serem notados, consequentemente gerando mais promoções ou aumento de salário.

Neste mesmo folego, um profissional que trabalha em um setor específico pode facilmente realizar atividades de outros setores que compõe a estrutura empreendimento. Normalmente este fato acontece em financeiras, onde frequentemente um profissional de contas a pagar pode ir às contas a receber, ou à contabilidade. Com isso o funcionário agrega bastante experiência em diferentes tarefas.

As MPMEs possuem uma vantagem fundamental diante às empresas de grande porte, a estrutura da produção pode ser reformulada rapidamente. Outro ponto importante são as ordens superiores que são postas prontamente em prática. A comunicação entre os pequenos setores é muito mais pragmática.

Pessoas que trabalham em MPMEs normalmente acabam montando seus próprios negócios pela experiência agregada. A cada dia que passa os bancos oferecem créditos aos novos empreendedores, aproveitando de fato esta grande demanda de novos chefes. Particularmente aconselho os créditos do BB (Banco do Brasil) e da Caixa Econômica Federal, bancos públicos.

Porém tudo tem o seu lado negativo. O tópico principal da desvantagem é a pressão exercida diretamente pelo chefe. Os passos são vigiados e o trabalhador pode se sentir constantemente observado. Em grandes empresas isso não acontece, pois existem muitos níveis de hierarquia até chegar nos donos, o topo da pirâmide.  As decisões dos principais proprietários são extremamente centralizadoras, não existe muito poder de discussão sobre as políticas da imprensa.

Quem almeja trabalhar nestes tipos de companhias deve estar precavido quanto à pressão no trabalho. O cidadão que lida com ela já está na frente em mais da metade dos processos de seleção que existem no Brasil. Seja inteligente, aprenda todas as tarefas que a alta demanda de trabalho das MPMEs agrega. Fatalmente você estará preparado para começar o seu próprio negócio futuramente. Todo o esforço é válido, lembre-se que um funcionário competente hoje é o futuro chefe presente no amanhã.

Foto: imprensalauro no Flickr

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Check Also

Despedidos sem justa causa e combate ao trabalho infantil

A Convenção n. 158 da Organização Internacional do Trabalho afirma que um funcionário R…