Home Formação Viagem de intercâmbio, eu quero!

Viagem de intercâmbio, eu quero!

10 min read
0
Fazer um curso no exterior

Uma viagem de intercâmbio geralmente está associada a fazer um curso no exterior ou para aprender outro idioma. Enfim, ter contato com novas culturas. Para os jovens, cada vez mais adeptos dessa modalidade, a experiência certamente oferece uma oportunidade de crescimento pessoal e profissional, além de ser um diferencial para o mercado de trabalho. Com esse pensamento, milhares de estudantes todos os anos realizam esse sonho.

O intercâmbio empresarial, por exemplo, já é uma modalidade muito comum entre multinacionais que estimulam esse tipo de contato para que os contratados aprendam e entendam através do contato, a cultura corporativa da empresa. Segundo Fabiano Meirelles analista de RH de uma multinacional instalada em São Paulo, a empresa destina verba para esse tipo de iniciativa e segundo ele se engana quem pensa que o programa inclui apenas funcionários com bastante experiência; pelo contrário os jovens são os que mais se beneficiam: “Hoje em dia é mais fácil trabalhar com um profissional jovem que possa se adaptar facilmente à cultura da empresa do que propriamente com outros mais experientes, mas que carregam com si vícios e características de outras companhias, mais difíceis de mudar”, explica Fabiano.

Para os jovens que ainda não fazem parte de nenhuma multinacional, mas planejam fazer cursos de especialização no exterior, temos uma boa notícia! Segundo o consultor de carreira Daniel Franco em entrevista para o site real universitário www.espacorealuniversitarios.com.br , até mesmos cursos simples oferecidos por escolas e universidades em diversos países do exterior que variam de preços e duração (alguns duram entre 20 e 50 semanas), faz toda diferença na hora do jovem concorrer a uma vaga no mercado de trabalho. “Aqueles que optam pelo caminho da especialização são vistos com outros olhos, ou seja, os profissionais que têm uma formação sólida no Brasil, e que traz ainda na bagagem uma especialização no exterior, mas que não chega a ser uma graduação nem um MBA”, explica Daniel Franco.

Também existem os estudantes que ainda não se graduaram ou que planejam a viagem para aprimorar ou aprender uma nova língua, isso sem contar na experiência e a sensação de estar embarcando numa aventura, fator estimulante para qualquer jovem. Pois, é, mas é preciso tomar alguns cuidados para que a viagem não se torne um transtorno, afinal a melhor experiência é aquela que dá certo! Por tanto, é bom saber que mais do que diversão, uma viagem de intercâmbio é um investimento em cultura e formação profissional. Então fique atento sobre o que é realmente importante na viagem que está planejando (ou ainda sonhando…) em fazer; o essencial é ter foco. Daniel Franco entende que o jovem deve se divertir durante sua viagem, mas que ele precisa ter em mente a importância de conseguir realizar o objetivo a que se propôs, seja ele um curso de especialização ou de línguas. “Ter um diploma de curso no exterior é um diferencial hoje em dia no mercado. Perder uma chance dessas durante uma viagem pode ser algo que o profissional se arrependa no futuro, quando for procurar emprego”, destaca.

Mas quando o assunto é viagem de intercâmbio o que não faltam são serviços relacionados e especializados no assunto, sem contar as várias modalidades que se encaixam em todos os objetivos, bolsos e pretensões de cada um que decide viver uma experiência como essa.

Pensando nisso, já vamos avisando que se você resolver embarcar para o Canadá, por exemplo, certamente vai topar com um monte de brasileiros por lá, sabe por quê? Segundo a STB (Student Travel Bureau) www.stb.com.br , um das maiores agências de intercâmbio com escritório no Brasil, o Canadá é o destino mais escolhido pelos estudantes, mais especificamente as cidades de Toronto e Vancouver, motivo? Principalmente o preço em relação aos outros países, mas a facilidade de se conseguir um visto de estudante também conta. De acordo com informações da própria STB, um curso de línguas no Canadá com duração de 40 horas custa em média 700 dólares (cerca de 1.500 reais), já o mesmo curso na Inglaterra ou Austrália sairá por mais de mil dólares (aproximadamente 2.145 reais). Viu como vale a pena planejar bem todos os detalhes da sua viagem?! Esse é outro ponto importante para se levar em consideração, calcular os custos com estadia, alimentação, seguro viagem, ou seja, tomar todos os cuidados para fazer uma viagem segura, sem surpresas desagradáveis. É importante certificar-se de obter o visto antes de fechar o pacote de viagem.

Países mais procurados pelos brasileiros

Segundo Alexandre Pedrosa representante da Infovisto www.infovistos.com.br/ , agência que presta assessoria de documentação para estudantes de intercâmbio, a Austrália e Reino Unido são realmente os países mais difíceis para se conseguir vistos. Ele aconselha que os estudantes tenham sempre calma ao serem entrevistados. “Na entrevista é importante ficar bem calmo e focar na verdade, pois assim não se corre o risco de se enrolar e dar algo errado” recomenda.

Por isso, é bom que você pesquise, analise, procure agências sérias e comprometidas com os serviços oferecidos; visite feiras de estudo em que o estudante encontra um leque de opções para pesquisar com mais segurança sobre as universidades, escolas, programas e bolsas de estudo oferecidos. Que tal começar pela internet? Vários sites de redes sociais como Orkut e Facebook, disponibilizam espaço para os estudantes tirarem dúvidas sobre o assunto. Também no LinkedIn pode encontrar muita informação interessante sobre o assunto. Por exemplo acessando comunidades do Orkut ou LinkediIn relacionadas com o tema você encontra um mundo de informações sobre o assunto, além da oportunidade de conhecer várias outras pessoas que já fizeram ou estão fazendo intercâmbio que podem dar dicas valiosas!

Fonte: Eliane Carneiro
Foto: Universidad Europea de Madrid no Flickr

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Check Also

Estágio em marketing digital

O candidato vai apoiar atividades de marketing digital, principalmente na criação e gestão…